segunda-feira, 21 de novembro de 2011

carreata do SIM toma conta das ruas de Belém.

 As frentes pró Estado do Tapajós e pró Estado de Carajás se uniram para organizar a primeira grande carreata pela divisão do Pará em Belém, na manhã de ontem. A concentração começou por volta de 8h, na travessa Perebebuí, e percorreu várias ruas da cidade. Segundo o deputado Zé Maria, da Frente Pró Tapajós, a carreata teve o objetivo de esclarecer a população da capital sobre o desejo de emancipação da região.
 “Muitos estão dizendo por aí que Tapajós e Carajás são projetos políticos de poucos. Esta manifestação é para mostrar que se trata de um desejo do povo. Temos adesões na capital e em municípios que deverão compor o novo Pará. Queremos mostrar a verdade e enaltecer o discurso de desenvolvimento”, destacou.
O deputado Zequinha Marinho, da Frente Pró Carajás, afirmou que a carreata iria começar a fazer com que os simpatizantes do ‘Sim’ que vivem em Belém se mostrem e façam sua adesão à campanha. “O debate do ‘Não’ é muito fácil de fazer. Já o do ‘Sim’ exige que as pessoas raciocinem. Queremos essa reflexão e que elas no final vejam que a divisão é a única saída para essa situação que vivemos hoje”, afirmou.
O professor e comerciante Olavo Neves foi uma das pessoas que acordaram cedo na manhã de domingo para afirmar o voto pela criação dos novos Estados. “Eu sou de Belém, meus pais são de Marapanim e quero a divisão porque isso vai representar levar o Estado para essas regiões. O Estado é muito grande e por isso o poder público não alcança quem vive lá. Negar esse sonho a quem vive nesses municípios é negar a cidadania”, analisou o Neves.
O estudante Leonildo Valente também defende a criação de novos estados. “Eu tenho amigos que terminam o ensino médio e têm duas opções para o futuro: ou vêm para Belém continuar os estudos, ou vão trabalhar na lavoura. Aqueles que não têm condições de viver aqui, ficam por lá trabalhando. Se houver a divisão, talvez essa realidade mude e todos consigam uma vida melhor”.
O PLEBISCITO
QUANDO?
Dia 11 de dezembro
PARA QUÊ?
Consultar os eleitores do Pará se concordam ou não com a divisão do Estado para a criação de duas novas unidades federativas: Tapajós e Carajás.
COMO VOTAR?
A primeira pergunta será “Você é a favor da divisão do Estado do Pará para a criação do Estado do Tapajós?” . Depois, “Você é a favor da divisão do Estado do Pará para a criação do Estado do Carajás?”. O número 55 corresponde ao “não” e o 77 corresponde ao “sim” .
QUEM VOTA?
O voto é obrigatório a todas as pessoas que tenham o Pará como domicílio eleitoral, independente de serem ou não paraenses.
O eleitor que estiver fora do seu domicílio eleitoral pode justificar sua ausência no dia do plebiscito em qualquer local de votação.
(Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário