sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Senhora que passou mal em embarcação acabou morrendo.

Família aponta negligencia médica.
 Marlene Santos de 63 anos, estava hospitalizada ha dez dias no hospital municipal com problemas no pulmão. Na tarde de terça os médicos autorizaram a ida da senhora para tratamento fora de domicilio, com quase uma hora de viagem a embarcação teve que retornar á Itaituba, Marlene Santo piorou o estado de Saúde. A senhora de 63 anos respirava com ajuda de aparelhos, segundo o comandante da embarcação retornar foi a melhor alternativa.
 A mulher em estado grave foi levada para a emergência do hospital municipal,  a  filha de dona Marlene estava revoltada, segundo Tarsila Santos o  medico demorou muito tempo para liberar sua mãe para tratamento fora de domicilio.
 O proprietário da embarcação que conduzia a senhora se mostrou indignado com a situação e culpou a equipe medica que liberou a senhora.
  Segundo o conselho municipal de saúde que investigou o caso o problema se deu em virtude de demora na liberação de um leito em Santarém. Mas um funcionário do hospital municipal revelou ao blog que a senhora não tinha condições de viajar, fato que não foi informado a família, outro problema relatado pela fonte é que não havia balão de oxigênio suficiente para suportar a viagem e a dosagem foi reduzida.
 O fato é que o blog ficou sabendo da triste noticia de que a senhora faleceu momento depois de dar entrada no hospital municipal.      
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário