segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Seqüestradores de empresário presos em Rurópolis

Emerson e Fabrício foram presos e já se encontram em Manaus

Os sequestradores e parte do dinheiro apreendido
Passaram pelo município de Santarém (Pa), na tarde ontem, domingo, dia 18, dois acusados de seqüestros, na capital Amazonense. Emerson da Silva Brito, de 21 anos, vulgo “Tchon” e Fabrício da Silva Sales, de 18 anos, conhecido como Marcelino, que teriam participado do seqüestro do empresário Wellington Lins, membro da família da empresa educacional Nilton Lins. O seqüestro aconteceu no dia 10 de dezembro, em Manaus (AM). Eles foram presos no município de Rurópolis, Oeste paraense. Um menor também foi apreendido por ter dado apoio aos dois integrantes do grupo de seqüestro, em Rurópolis. Mas, foi liberado por não ter envolvimento no caso.
De acordo com o secretário executivo de inteligência do Amazonas, Thomás Vasconcelos, os três foram presos na madrugada de domingo no município de Rurópolis. E foram conduzido a para a Delegacia de Santarém. Os outros envolvidos no crime apontam um menor de 17 anos como o mentor do seqüestro. Ele trabalhava na casa do empresário desde os 10 anos de idade e teria dado a idéia do seqüestro.
Do montante total pedido como resgate (R$ 1 milhão), a Polícia conseguiu recuperar R$ 897 mil. O dinheiro estaria espalhado em diversos bairros da Zona Norte de Manaus, enterrado em terrenos abandonados. Um dos suspeitos afirmou que R$ 103 mil foram gastos com passagens, hospedagem em pousadas e na compra de objetos pessoais.
Delegado Samir Freire
De acordo com a Polícia, 15 pessoas participaram do seqüestro, sendo que seis delas estavam envolvidas diretamente. Os demais envolvidos estão detidos em Manaus.
Para essa diligência policial todo um aparato foi estruturado pelas equipes de polícias do Amazonas e Pará. A operação foi coordenada pelo delegado de Polícia do amazonas, Samir Freire. Os presos e a equipe operacional viajaram ontem mesmo para Manaus, no Amazonas.
Fonte: RG 15/O Impacto e Alciane Ayres

Nenhum comentário:

Postar um comentário