PSB quer a vaga.
 O Advogado do PSB Emanuel Bentes, disse hoje que o partido no mesmo processo que pediu a cassação de Edir Pires, por infidelidade partidária, solicitou também que a vaga fosse encaminhada para indicação do partido. A diretoria aguarda comunicação oficial do TRE sobre a decisão para definir como irá proceder para indicar o vice, mas ele disse que ainda não há definição sobre o nome que poderá ser indicado.

Cebola comemora.
 Caso a cadeira de vice não seja disponibilizada ao PSB, a solicitação é para que o cargo fique VAGO, neste caso o segundo no escalão do executivo seria o presidente da camara João Bastos Rodrigues.  Emanuel disse que encara a decisão como o exemplo de cumprimento da lei, já que o pedido se baseou na resolução do TSE que aponta que a vaga é do partido e não do candidato. 
O resultado foi a cassação agora dia 01 de Setembro de 201, as 8:00 da manhã o mandato do vice – prefeito Edir Pires, pela pratica de infidelidade partidária, no agravo de instrumento ele ficara inelegível por oito anos.
Projeto.
 Administração municipal tem até o dia 16  desse mês para apresentar á caixa econômica federal o projeto de construção da praça do bairro da floresta, caso isso não aconteça no tempo hábil o município poderá perder a praça que será construída pelo governo federal.
 O projeto elaborado pelo próprio governo federal mostra um espaço com quadra de esportes, área de educação física, praça de alimentação, biblioteca, internet entre outros benéficos  para os moradores do bairro.
PARA ISAQUE FALTOU CONVIDAR A POPULAÇÃO.

A conferencia municipal de controle social, é uma iniciativa dos municípios com objetivo de gerar transparência nos gastos públicos, e promover a capacitação da mão de obra do serviço publico, alem de preparar aqueles que são membros de conselhos fiscalizadores.  O encontro foi realizado no salão do júri da comarca de Itaituba, com o apoio do ministério publico. A promotora Magdalena Torres, usou parte do tempo para explicar as inovações para permitir meios de transparência nos gastos públicos, principalmente nas licitações e  investimentos da prefeitura. Para Orestes greiner que é membro de conselho fica claro o interesse de melhorara toda estrutura e fiscalização do que é publico.

SUPERINTENDENTE DO INCRA EM SANTARÉM ESTÁ ENTRE OS REFÉNS.

Cerca de três mil agricultores mantinham retidos dentro do prédio Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de Altamira, até por volta das 21h30, Joannes Eck, representante da Casa Civil da Presidência da República, Paulo Guilherme, do Ministério do Meio Ambiente, Francisco Carneiro, superintendente do Incra em Santarém, além dos deputados estaduais Airton Faleiro e Valdir Ganzer. Os manifestantes ameaçam só desocupar o prédio e liberar os reféns quando desembarcarem em Altamira autoridades com poder de decisão sobre as reivindicações da categoria.
Zenaldo Coutinho deixou ontem a Secretaria Especial de Proteção e Desenvolvimento Social para retomar seu mandato como deputado federal, e se dedicar à campanha contra a divisão do Estado do Pará. O cargo na secretaria será acumulado pelo vice-governador Helenilson Pontes, que também é secretário especial de Gestão.
Conforme as regras estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), só poderá coordenar uma das frentes - contra ou a favor da criação dos Estados do Carajás e Tapajós - o parlamentar que estiver no exercício do mandato.
Zenaldo Coutinho, eleito deputado federal em 2010, havia se licenciado de suas atividades, em Brasília, no início deste ano, para assumir a Casa Civil da Governadoria. Em agosto, foi nomeado pelo governador Simão Jatene para a recém-criada Secretaria Especial de Proteção e Desenvolvimento Social, que abrange as áreas de saúde, assistência social, direitos humanos, trabalho, emprego e renda.
Por unanimidade, os deputados estaduais aprovaram projeto de lei que proíbe discriminação de qualquer cidadão em virtude de sua orientação sexual. De autoria da deputada Bernadete Ten Caten (PT), o projeto apresentado em 2010 não havia recebido parecer da Comissão de Justiça, mas a autora utilizou o artigo 11 da Constituição Estadual para levar a matéria à pauta em plenário, já que prevê a votação sem parecer em casos em que os projetos permanecerem mais de três meses na comissão.
odos os deputados presentes à sessão de ontem aderiram ao projeto, inclusive toda a bancada evangélica, após o deputado Martinho Carmona (PMDB), que é pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular, apresentar emenda à matéria.