Itaituba
Votaram 43,672 eleitores.
65,92% do eleitorado.    

SIM   40.230 votos         93,57 %    
NÃO  2,764 eleitores         6,43%

Abistenção  35% dos eleitores.

fonte: cartorio eleitoral Itaituba.
 EDITORIAL Esta é uma segunda feira atípica, o sabor amargo da derrota é frustrante e chega a irritar.  O povo do Tapajós e do Carajás ficou com o grito de liberdade entalado na garganta. Uma sensação de impotência toma conta de muitos daqueles que sonharam em criar dois estados fortes e prósperos. Fomos vencidos pela maioria que desprezou o apelo de quem vive esquecido a mercê de vontades políticas, filhos bastardos de um grande estado que ignora seu povo em troca de suas riquezas. É natural que neste momento todos tentem achar um culpado: a inércia de alguns políticos, a estratégia do marqueteiro, o desinteresse do povo, o peso do Carajás. Apesar da derrota nas urnas, fomos vitoriosos guerreiros, travamos uma batalha desleal e gigante com poucas armas e uma grande determinação, baseada no desejo de mudança. Uma mensagem que jamais será esquecida por esta e pelas futuras gerações.
  O deputado federal Lira Maia (DEM), um dos principais líderes do movimento pela criação do estado do Tapajós, afirmou na noite deste domingo (11), ao DIÁRIO em Santarém, logo depois de tomar conhecimento da derrota do “Sim”, que nem ele, nem os deputados da região e, “principalmente o povo”, irão desistir do sonho de emancipação. “Estamos muito satisfeitos com o resultado. Mais de 90% do povo do oeste do Pará disse nas urnas que deseja o Tapajós e nós temos a responsabilidade política de continuar essa luta. Em Santarém, o ‘Sim’ obteve 98% dos votos. Não reconhecer isso é um crime contra a vontade popular”.
Prefeita Maria do Carmo decreta luto oficial em Santarém Neste domingo (11), o eleitor paraense foi às urnas para opinar sobre a criação de dois novos estados, a partir do Pará. Com o resultado parcial da apuração dos votos, que indicava a vitória do Não, os membros da Frente Pró-Estado do Tapajós se reuniram em uma entrevista coletiva com a imprensa Santarena.
Eleitores do Pará rejeitam divisão do estado Os eleitores paraenses decidiram, em plebiscito realizado neste domingo (11), manter o estado do Pará com o território original, segundo informou às 20h08 o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Ricardo Nunes. A confirmação do resultado foi dada com 78% de urnas apuradas, duas horas depois do término da votação.