Guerra no senado: Couto chama Jader de ladrão.

 O senador Mário Couto (PSDB-PA) declarou ontem guerra ao seu colega de bancada Jader Barbalho (PMDB-PA). Da tribuna do Senado Federal, Couto discorreu um duro discurso contra o parlamentar, principalmente contra o jornal de propriedade da família do peemedebista. Erguendo o jornal para os seus pares, o senador levantou suspeita sobre a origem do veículo de comunicação e de como Barbalho conquistou o seu patrimônio milionário.
"Vejam o que diz, senadores e senadoras, o jornal que tenho em mãos: Diário do Pará. Todos os paraenses sabem qual foi a sua formação. Todos os paraenses têm conhecimento da sua formação, da sua origem. (...)Todos sabem quem são os donos", disse o senador, para, em seguida, contestar a riqueza do seu oponente, sem citar nenhum nome.
"Diga-me, Nação brasileira, como pode? Aqueles que fizeram exatamente o mesmo caminho que eu, como podem ter televisão, jornais, rádios, fazendas? Como pode, Brasil? Político que só militou na política que vira rico de uma hora para outra é ladrão! Não adianta querer explicar o patrimônio, (...) que não explica nunca!".
BRASÍLIA
THIAGO VILARINS

0 comentários:

Postar um comentário