Integrante de quadrilha troca tiros com a polícia de Uruará.

Na manhã deste sábado, 11, houve troca de tiros entre a polícia civil e um integrante da quadrilha que assaltaria o banco da Amazônia de Placas, o foragido, Eduardo Lopes da Sílva ou Antonio Lopes da Silva - Daniel - Cabeça. O assaltante teria ido durante a noite dessa sexta-feira, 10, na casa de outro integrante que já está preso, Francisco José Moreira do Nascimento, para eliminá-lo, por que teria “entregado” o bando.
O confronto aconteceu na zona sul da cidade de Uruará, na Rua Deodoro da Fonseca, entre as Avenidas Pedro Alvares Cabral e Vale do Xingu. Durante a troca de tiros o elemento, portando uma pistola calibre 380, conseguiu escapar da polícia com o apoio de outro elemento que o aguardava no travessão 180 sul e empreendeu fuga em direção a rodovia Transamazônica. Por falta de uma melhor viatura a polícia não pode fazer a perseguição ao bandido.
A polícia pede a colaboração da sociedade para ajudar na captura do fugitivo denunciando através do telefone (093)3532-2434 em caso de surgimento, em seu bairro ou comunidade, de dois elementos numa pop vermelha. O fugitivo, Eduardo Lopes da Sílva, é um dos últimos integrantes do bando que ainda esta solto centemente a polícia prendeu o elemento que é considerado o chefe da quadrilha, Andreive Coelho Barros, preso em Altamira.Também nesta sexta a polícia divulgou a verdadeira identidade do assaltante morto em confronto com a polícia no início da semana que estava com uma identidade falsa de, Denício Gonçalves Quiroz, quando seu nome verdadeiro era Marcelo Christian Correa Rosa, 37, que morava em Sinop no estado de Matogrosso.
Com informações Policia Civil e  Texto O Regional

0 comentários:

Postar um comentário