Taxista é agredido por deficiente mental.


  O doente mental conhecido como Dirceu atingiu a cabeça deste taxista com este pedaço de metal. ele teria se irritado com o motorista e causou um grande corte na cabeça da vitima que perdeu muito sangue.  O taxista foi socorrido pela família da namorada, muito nervoso e meio atordoado o homem se recusava a sair do seu carro.
 A policia foi acionada para ir ate o local e encontrou o doente mental conhecido por Dirceu que reside na 17ª rua. Ele foi conduzido a delegacia embora nestes casos a incapacidade mental empeça um procedimento criminal.
 O maior trabalho foi para conduzir a vitima ate o hospital municipal, homens do corpo de bombeiros e policia militar tiveram problemas para convencê-lo a ir à emergência. Por vezes o taxista tentou sair no veiculo sem qualquer condição de dirigir, mais momentos depois foi levado para receber atendimento.   A verdade é que a falta de um local apropriado para abrigar doentes mentais em Itaituba, e a  inexistência de um acompanhamento psiquiátrico tem provocado muitos incidentes deste tipo, em que pessoas inocentes são agredidas sem nenhuma providencia das autoridades.      

0 comentários:

Postar um comentário