quinta-feira, 1 de março de 2012

Juiz de Novo Progresso é afastado pelo TJE

Juiz Ademilson Gomes Pereira
Juízes do interior do Estado estiveram na berlinda na sessão do Pleno do Tribunal de Justiça do Estado ontem. Os desembargadores, por unanimidade, acolheram pareceres da Corregedoria de Justiça das Comarcas do Interior do Pará para abertura de Processo Administrativo (PAD) contra dois magistrados do interior.
O primeiro foi instaurado contra o juiz Admilson Gomes Pereira, juiz titular da Comarca de Novo Progresso. O segundo foi instaurado contra o juiz Roberto Andrés Itzcovich, da 3ª Vara da Comarca de Barcarena. Ambos serão investigados por terem cometido supostas transgressões disciplinares. De acordo com informações do site do TJE, os desembargadores aprovaram ainda o afastamento temporário do juiz Admilson Pereira.

Na mesma sessão, por maioria de votos, os desembargadores rejeitaram a abertura de PAD em desfavor do juiz pretor da Vara do Juizado Especial de Acidentes de Trânsito, Geraldo Luz, por entenderem não haver indícios mínimos acerca de supostas transgressões disciplinares praticadas pelo mesmo. A decisão foi contrária ao parecer da Corregedoria de Justiça da Região Metropolitana de Belém, que votou favorável a abertura do PAD, mas sem afastamento do magistrado. Nos dois casos, o Tribunal não divulgou de que transgressões se tratavam.
Ainda na sessão de ontem, o pleno aprovou, à unanimidade, o nome da juíza Eva do Amaral para ocupar cargo como membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Além disso, os desembargadores aprovaram a promoção da juíza Cíntia Walker Beltrão da Silva, da Comarca de São Geraldo do Araguaia, para a Comarca de Itaituba. Já o juiz Gabriel Veloso de Araújo foi promovido da Comarca de Cachoeira do Arari para a Comarca de Alenquer.
Fonte: Diário do Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário