quarta-feira, 16 de maio de 2012

Carro roubado em Ananindeua é recuperado em Rurópolis



Carro de Ananindeua recuperadop em Rurópolis
Uma investigação minuciosa levou os policiais civis da Delegacia de Rurópolis, Oeste do Pará, a recuperar no início desta semana, um carro que havia sido roubado há cerca de um ano, em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB). A Polícia desconfia que a recuperação de trechos da Rodovia Transamazônica e o asfaltamento da BR-163, tenham transformado o Oeste do Pará, em um novo corredor de carros roubados.
Segundo policiais civis, a ocorrência do roubo foi registrada em 24 de junho de 2011, na Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), em Belém, por Warlene da Silva.
Ela relatou que o roubo ocorreu no dia anterior, por volta de 23 horas, quando conduzia o carro Fiat Siena ELX Flex, placa JWC-6976, pelo Conjunto Cidade Nova 5, em Ananindeua. Dois homens armados a abordaram e passaram a conduzir o carro. A vítima foi abandonada em uma área de invasão no município.
Na época, um dos bandidos – Jhon Steplano Costa Cardoso, 20 anos – foi preso em flagrante, após a vítima acionar o fone 190 (Centro Integrado de Operações). Com ele, foi recuperado o aparelho de som do carro e o telefone celular roubado da mulher. O comparsa dele foi identificado, porém, o carro não foi encontrado.
De acordo com o delegado Ariosnaldo Vital Filho, de Rurópolis, a equipe de investigadores está realizando investigações na cidade sobre a venda de veículos automotores roubados.
Durante levantamentos, os policiais identificaram o Fiat Siena, com outra placa (NSK 0606, de Belém/Pará), que transitava pelas ruas de Rurópolis. O investigador Hércules Araújo solicitou ao condutor do veículo que comparecesse à Delegacia para fazer uma averiguação no carro, pois havia suspeitas de que o automóvel fosse roubado.
O veículo e os documentos foram verificados em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp). “Descobrimos que a placa do carro era ‘fria’ e que o documento, embora, aparentemente legítimo, na verdade era falsificado, conforme averiguação detalhada feita pelo escrivão Ronivaldo Colares”, explicou o delegado.
Wellington George dos Santos Alves, que conduzia o carro, alegou ter comprado o veículo de boa fé de um comerciante em Rurópolis em novembro de 2011. O delegado instaurou inquérito para apurar a receptação por parte do vendedor do veículo e para comprovar o envolvimento de Wellington no crime. A Polícia Civil de Rurópolis entrou em contato com a dona do carro que veio até aquele Município para recuperar o carro. O veículo foi conduzido para Santarém para passar por perícia.
Fonte: RG 15/O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário