segunda-feira, 4 de junho de 2012

PSDB é alvo de representação do MPF

 O PSDB está sendo acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de praticar propaganda partidária irregular. Representação assinada pelo procurador eleitoral, Igor Nery Figueiredo sobre o fato foi encaminhada para a Justiça eleitoral na última sexta-feira. O MPF acusa o partido de utilizar o espaço destinado à propaganda partidária para divulgar o pré-candidato à prefeitura de Belém, Zenaldo Coutinho. Figueiredo quer a cassação do direito do PSDB de veicular propaganda partidária no próximo semestre.
INSERÇÕES

A propaganda foi identificada em inserções na TV durante o primeiro semestre deste ano. Em 25 inserções que totalizaram 12 minutos e 30 segundos, segundo o MPF, foi destacada a imagem de Zenaldo e a relação dele com a população e a cidade de Belém. “O vídeo apresenta este político discursando aos belenenses sobre a maneira como a prefeitura deve tratar a cidade nas áreas da saúde, do transporte, da educação, da limpeza e do asfalto”, relata.

Além da representação contra o PSDB, a procuradoria já comunicou irregularidades aos promotores eleitorais para que também possa ser pedida a punição dos responsáveis e daqueles que se beneficiaram com a propaganda.
No início de maio, o MPF encaminhou representações ao TRE contra quatro outros partidos então acusados de promoverem irregularmente os nomes de Almir Gabriel (PTB), Arnaldo Jordy (PPS) e Edmilson Rodrigues (PSol) e o pré-candidato a vereador por Ananindeua Miro Sanova (PDT).
A assessoria jurídica do PSDB informou, no último sábado, que o partido ainda não havia sido notificado da representação e estranhou que uma decisão desse tipo tenha chegado primeiro ao conhecimento da imprensa, antes do partido. A legenda ficou de se pronunciar hoje sobre a questão.
(Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário