terça-feira, 10 de julho de 2012

Menor assassina brutalmente namorada em Castelo de Sonhos


 O menor A. de Sousa de 15 anos teria convidado sua namorada Josiane da Silva para viajarem para o Mato Grosso.

Os pais da jovem registraram o desaparecimento da filha na Polícia militar para os Policiais Misael, e Odiclei, alegando que a filha estava desaparecida desde o último dia 29 de junho, quando disse que iria viajar com o namorado.

A partir da denuncia a Polícia  começou a investigar o desaparecimento da moça.

Esse fato ocorreu em Cachoeira da Serra comunidade de cinco mil habitantes. 

Em busca de informação a policia descobriu que  que o menor  havia voltado de viagem sozinho. Interrogado o menor, que disse que ambos teriam viajado para lugares diferente, e que ele não sabia da moça.

A Polícia foi avisada de que um corpo feminino tinha sido encontrado em Castelo de Sonho no dia 04 de julho, e coincidiu com a data da viagem dos dois.

E mais! O corpo tinha as mesmas características dadas pelos pais, que levados até o local onde se encontrava o corpo, fizeram o reconhecimento e descobriram que se tratava de sua filha Josiane, pelo fato de o corpo estar vestido com as roupas que sua filha havia viajado, e ao lado do corpo foi encontrado um rosário que segundo a mãe da jovem, ela tinha dado de presente para a filha no dia da sua primeira comunhão.

Depois de ter caído por várias vezes em contradição, o menor resolveu confessar o crime contando com detalhes tudo como praticou.

Confessou  o menor A.de Sousa, que havia convidado Josiane para viajar para Castelo, mas ela não teria vindo, pois o combinado seria para o Mato grosso.

Então Josiane ficou com raiva do menor, e segundo ele, a mesma disse que ele iria se arrepender de ter feito isso com ela.

Em Castelo depois de terem saído de uma festa, o menor a convidou para acompanha-lo até um mato perto da estrada, dizendo que queria fazer necessidades fisiológicas. 

Segundo o Infrator, quando o mesmo se agachou, Josiane o atacou com uma faca e ele por sua vez tomou a arma de Josiane, e desferiu várias facadas no peito da jovem. 

E quando a mesma estava no chão agonizando, ele perguntava: “Por que você não morre?” e ela respondia que era por que o amava. Então disse que falou para a jovem: “Se você me ama então morre logo” e tirou o rosário do pescoço da mesma para que segundo ele, Josiane morresse mais de pressa.

Este crime causou revolta na população que queria invadir o Distrito Policial para lixar o menor.

Segundo o Delegado Athur Braga, se trata de um individuo frio e muito perigoso. 

O Delegado Arthur de Castelo de Sonhos apresentou o mesmo para a Justiça de Novo Progresso que provavelmente será internado na Fundação Casa em Itaituba.

Novo Progresso 09/07/2012 /Jornal Folha do Progresso/Por Nildo Figueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário