quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Nélio Aguiar assina CPI para investigar Rede Celpa

Nélio Aguiar
O deputado Nélio Aguiar (PMN) foi o primeiro parlamentar da Assembléia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) a assinar, nesta terça-feira, 7, o pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a atuação da Rede Celpa no Pará. O requerimento de pedido de CPI é de autoria da deputada Bernadete Ten Caten (PT) e deu o tom dos debates na reabertura dos trabalhos legislativos na terça-feira.
“Nós como representantes do povo paraense temos o dever de investigar, a fundo, a atual situação de distribuição de energia no Pará, onde temos uma empresa falida, que nos cobra uma tarifa muito cara, apropria-se dos impostos pagos pelo consumidor não repassando ao Governo do Estado e que oferece um péssimo serviço com constantes quedas no fornecimento de energia elétrica, causando transtornos e prejuízos ao consumidor”, denunciou Nélio Aguiar.
O Deputado disse, ainda, que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) não cumpre o papel para o qual foi criada, ou seja, defender os interesses do consumidor paraense. “Com as privatizações, as agências reguladoras foram criadas para proteger os consumidores, mas infelizmente a Aneel, apesar de saber que o serviço prestado pela Rede Celpa é de péssima qualidade nunca tomou uma providência a fim de resguardar o direito do consumidor paraense, muito pelo contrário, premiou a incompetência da Celpa agora com novo reajuste da tarifa”, acusou o Deputado e médico santareno.
A Aneel autorizou a Rede Celpa a praticar reajuste de 12% na  tarifa de energia elétrica.
O parlamentar foi mais adiante ainda, disse que a Agência soube antecipadamente, ou pelo menos deveria ter sabido, da insolvência financeira da Rede Celpa e deixou que o povo paraense fosse prejudicado. “Aliás, a única providência que esta pseuda agência de defesa do consumidor sabe tomar é garantir o aumento das tarifas de energia atendendo, os interesses lucrativos da empresa privada, em detrimento do cidadão”, disse Nélio Aguiar.
Deputado cobra instalação de UTIs na Rede Privada de Saúde em Santarém
No mesmo discurso, no plenário da Assembléia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), na terça-feira, 7, em que o deputado estadual Nélio Aguiar (PMN) comemorou a assinatura do contrato para início das obras de ampliação dos leitos de UTIs do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) em Santarém, o parlamentar também cobrou providências da iniciativa privada para instalação de UTIs para atendimento dos pacientes nos hospitais particulares em Santarém. “Atualmente o HRBA tem 24 leitos de UTI, o Hospital  Municipal tem 7, mas a rede privada não oferta nenhum leito para atendimento dos pacientes de convênios e planos de saúde, que acabam indo buscar atendimento na rede pública, mesmo sendo clientes do sistema suplementar de saúde”, disse.
Com a ampliação dos leitos do HRBA, o Município passará a ter 49 leitos de UTI. “O que vai evitar o cancelamento de cirurgias, reduzir o tempo de permanência do paciente no hospital, possibilitar a implantação da cirurgia cardíaca e sem dúvida nenhuma salvar mais vidas no Oeste do Pará”, defendeu o parlamentar na tribuna. A ampliação do número de leitos de UTI para atendimento de pacientes na região Oeste é uma das principais reivindicações do mandato do deputado Nélio Aguiar.
“Agradeço ao governador Jatene por tornar uma realidade a ampliação do HRBA e temos a expectativa que o governo do Estado construa um novo Hospital Municipal de Santarém”, concluiu Nélio Aguiar.
Fonte: RG 15/O Impacto e Kátia Aguiar

Nenhum comentário:

Postar um comentário