Deputado pede sindicância contra PF

Hilton Aguiar falou que operação da PF foi desatrosa e irresponsável
Em discurso realizado na terça-feira (13), no plenário da Assembléia Legislativa do Pará – ALEPA, o deputado estadual Hilton Aguiar lamentou os desastrosos e inconsequentes resultados da Operação Eldorado, realizada pela Polícia Federal, na região do Alto Tapajós, na semana passada e que foi destaque na imprensa nacional e internacional.
Há duas semanas o Deputado realizou um discurso no plenário da ALEPA, onde cobrou um mutirão de trabalho para identificar os bens intencionados e punir aqueles que querem apenas tirar vantagens das riquezas da região, infelizmente nenhuma atitude foi tomada e aconteceu esse lamentável episódio, que deixou índios e policiais federais feridos e uma vítima fatal.

Tudo Isso por causa da ausência dos governos Federal e Estadual, que deixam um vácuo na nossa região, que impossibilita a regularização dessas atividades produtivas, destacadamente, aquelas ligadas às riquezas naturais.
“É lamentável toda essa situação, que deixou a população da região revoltada, pois clama por atenção, e quando recebe a visita dos governos, é no sentido  da repressão.  A sociedade está mobilizada, articulada e produzindo, mais uma vez, um documento de repúdio contra a atuação desastrosa praticada, que eu também aprovo e assino em baixo”, disse Hilton Aguiar.
O Deputado propôs que seja criada, em caráter de “urgência”, uma comissão de deputados, em que o mesmo esteja incluído, pelo menos como componente titular, para acompanhar a sindicância para apurar as “responsabilidades” no desfecho da “Operação Eldorado”, bem como e principalmente, servir de interlocução e intermediação na solução da operacionalidade da atividade garimpeira na região do tapajós.
O deputado estadual, Fernando Coimbra (PSD), parabenizou o deputado Hilton Aguiar, pelo discurso em defesa da região do Alto Tapajós, pois ainda hoje a atividade mineral é responsável pela sustentação da economia dessa região.
Só para lembrar: A Operação realizada pela Polícia Federal, atendendo pedido do deputado federal Dudimar Paxiuba, em Itaituba, Trairão e outros municípios da região, para combater a garimpagem ilegal, culminou na prisão de várias pessoas, sendo que a mesma Operação realizada em Alta Floresta, terminou em tragédia com a morte de um indígena da etnia Munduruku e vários feridos, fato que causou revolta nos índios, que ameaçam fazer justiça com as próprias mãos. A ação da PF fez com que a classe empresarial e política de Itaituba se manifestasse em favor dos garimpeiros e dos índios.
Por: Nazareno Santos

0 comentários:

Postar um comentário