ASSALTO NOS CORREIOS DE RURÓPOLIS

Conforme informações chegadas a nossa redação, a Agencia dos correios hoje por volta das 11h30min, foi assaltada por dois indivíduos. De acordo com vigilante da empresa Elite Segurança, prestadora de serviços para os Correios, o mesmo se encontrava trabalhando, quando surgiram dois indivíduos desconhecidos que atravessaram a Rua Edmar lemos, a pés, chupando picolés, e se dirigiram a Agencia, quando o vigilante abriu a porta para os mesmos, imaginando que fossem clientes. Os indivíduos adentraram e perguntaram se era necessária senha para serem atendidos; o vigilante disse que não, que deveriam entrar na fila e aguardar sua vez. Os dois sentaram-se nos bancos de espera e após aproximadamente cinco minutos o vigilante ouviu um barulho de arma sendo engatilhada, e ao se virar, viu que um dos indivíduos que é de estatura baixa, barbado, cor branca, cabelos castanhos claros, o qual se dirigiu a ele e disse que era um assalto. Quando o vigilante tentou sacar sua arma de serviço o assaltante disse que era para ele não fazer aquilo. E usando do consenso, vendo que não podia reagir devido à presença de várias pessoas no local, levantou a mão e o outro marginal, de estatura média, moreno, se aproximou e apanhou a arma de trabalho do vigilante, que é um revolver marca Taurus, calibre 38, com número de série QE5322509, capacidade para seis munições, enquanto que o marginal barbado se dirigiu para as outras salas da agência, e ali permaneceram por cerca de cinquenta minutos, e enquanto ali se encontravam, várias pessoas adentraram no local e os funcionários dos correios informavam que o sistema estava fora do ar, e as pessoas saiam pensando que estava tudo normal. Nesse intervalo, chegou ao local um policial militar, o qual foi rendido pelos criminosos e teve sua arma roubada. Após cometerem o roubo na agência, os dois ladrões fugiram levando o dinheiro da agência, a arma do vigilante, o carregador da pistola, a motocicleta e o capacete do policial militar. Ainda não se sabe o valor subtraído.
FONTE: H. Marinho e POLICIA CIVIL

0 comentários:

Postar um comentário