Jovem tem perna amputada em grave acidente em Itaituba

Tássio (detalhe) foi socorrido, mas perdeu uma perna
Tássio (detalhe) foi socorrido, mas perdeu uma pernaUm acidente gravíssimo ocorrido por volta das 04h da madrugada do último sábado, dia 15, deixou o jovem Tássio dos Santos Sousa, de 22 anos, com a perna amputada. O acidente aconteceu na Travessa 13 de Maio, no cruzamento com a 3ª Rua do bairro da Bela Vista, no município de Itaituba e, até a manhã de domingo, o motorista do carro ainda não havia sido localizado.
Tássio, que subia de moto pela 13 de Maio, bateu de frente com o carro, que ficou parcialmente danificado. Os sinais da violência do choque ainda estavam no pára-lama do carro, exatamente a parte que atingiu a perna do rapaz, que foi levado ao hospital em estado grave. O veículo foi apreendido e levado para a 19ª Seccional da Polícia Civil, onde o caso foi entregue à responsabilidade do delegado Antônio Carlos Corrêa.

Família da vítima clama por justiça: Mariluce dos Santos, tia da vítima, disse à reportagem que foi comunicada do acidente logo depois de o sobrinho ter saído de uma festa. Pela versão da tia, o choque entre o carro e a moto deu a idéia de uma ação deliberada do motorista. “Nós sabemos que esse indivíduo queria ‘acertar’ o ‘Garapa’, que estava indo um pouco adiante do Tássio. Mas o ‘Garapa’ escapou e ele pegou o segundo, justamente o meu sobrinho. Queremos Justiça”, diz, revoltada. Luzanira Maria dos Santos, mãe de Tássio dos Santos Sousa também foi à Delegacia e, além de abalada pelo filho estar em estado grave e ter perdido uma perna, ela ainda ficou impressionada ao imaginar a violência do choque. “É difícil pra uma mãe ver uma coisa dessas. Meu filho pode morrer a qualquer momento por irresponsabilidade de uma pessoa que não pensa na sua vida nem na vida dos outros”, disse, comovida.
Com informações preliminares, o delegado Antonio Carlos chega a concordar com a versão apresentada pela família e argumenta que as muitas campanhas realizadas em torno da intenção por um trânsito mais organizado não têm despertado a conscientização dos condutores, já que ainda existem muitos casos de motoristas embriagados se envolvendo em acidentes.
O carro e a moto foram retirados do local logo depois do acidente, e não foi possível realizar um levantamento pericial, até porque, naquele horário, não existe nenhuma equipe de fiscalização de trânsito nas ruas de Itaituba. Com informações e foto de Mauro Torres.
Por: Nazareno Santos

0 comentários:

Postar um comentário