Um ano após plebiscito, luta continua

Um ano após plebiscito, luta continua
 Um ano após a realização do plebiscito que consultou a população sobre a divisão do estado do Pará, quem apoia a emancipação do Tapajós continua confiante.

A coordenação do Instituto Cidadão Pró Criação do Estado do Tapajós (ICPET) planeja várias ações. Hoje (11), o dia será de mobilização pela cidade.


A data que marcou a derrota nas urnas é vista pelos apoiadores do Tapajós como uma nova chance de reavivar a luta pela criação do novo estado. “Adiaram o nosso sonho, então o plebiscito passou a ser um evento que se adiou, mas que não se perdeu o foco daquilo que a população realmente quer, que é emancipar a região e a gente ter um desenvolvimento mais rápido”, enfatiza o coordenador do ICPET, Edivaldo Bernardo.
A expectativa do movimento é que a justiça acate a solicitação de realização de um novo plebiscito, dessa vez, apenas com moradores da região onde a divisão do Pará é proposta, ou seja, Tapajós e Carajás. Nesses municípios, mais de 90% dos eleitores votaram a favor dos novos Estados. “A gente convoca a população para a participar e assinar o abaixo-assinado para que até julho nós tenhamos um milhão e meio de assinaturas concluídas e a gente possa protocolar esse projeto junto ao congresso”, completa Bernardo.

No dia 11 de dezembro de 2011, milhares de eleitores paraenses foram às urnas. A decisão foi favorável ao grupo que não apoia o novo estado. Em Belém, 93,88% votaram contra a criação, representando a maior derrota. Em Santarém, 97,78% pediram que o Tapajós fosse emancipado.

Redação Notapajos com informações de Rômulo D’Castro

0 comentários:

Postar um comentário