O número das famílias atingida já passa dos 40, das quais 6 estão desalojadas e procuraram abrigo na escola.
A Defesa Civil de Trairão  esteve junto com op Vereador Iziquiel, nesta quinta-feira(01), nas áreas da Comunidade do Aruri que foram alagadas e danificadas por conta das fortes chuvas que assolam o Município nos últimos dias e consequentemente, da cheia do Rio Aruri. A Coordenação Municipal de Defesa Civil (COMDEC) está realizando o monitoramento das áreas atingidas diariamente, bem como intensificando os trabalhos nesse período de chuvas constantes. 
O nível do Rio Aruri subiu muito nos últimos dias, devido às chuvaradas que caem sem parar por sobre a região. Algumas casas, já foram alagadas, forçando famílias inteiras a procurarem abrigo em uma escola da vila. Temendo uma enchente ainda maior, moradores fazem “trepeiros” dentro de casa para abrigarem os móveis eletrodomésticos, ranchos e roupas, por causa da água que começou a chegar em várias casas.



 Excesso de chuvas tem causado transtorno para quem viaja na BR 163 nesta época do ano. Devido às fortes chuvas que caem por sobre a região, já começam a se formar pequenos pontos lisos, os quais de uma hora para outra, transformam-se em grandes atoleiros, só pra ter uma idéia,ontem, quando fomos à Comunidade do Aruri, distante 120 KM da sede do Município de Trairão,sentido Novo Progresso, quando passamos pela ponte do tucunaré na ida, no local havia apenas um ponto liso(que nem quiabo), na volta, no mesmo localidade, pudemos registrar o início de um grande atoleiro e uma fila de muitos carros esperando para serem puxados. Isso sem falar nos vários pontos ao longo da rodovia, que também estavam lisos e, em todos, havia ônibus e carretas sendo puxados por tratores, nem caminhonetes traçadas escaparam de puxadas.