Um táxi que saiu da Comunidade de Moraes de Almeida distrito de Itaituba, com destino a Novo Progresso, transportava três passageiros, se envolveu em acidente na tarde desta sexta-feira (16/03).
 O incidente, que aconteceu por volta das 13h00min na rodovia BR-163, próximo da Comunidade Bandeirantes aproximadamente a (15) quinze quilômetros da cidade de Novo Progresso, conforme testemunha o veiculo perdeu a direção na curva e terminou em tragédia. O veículo de marca Fiat- Uno, placa MXF-3533, tombou e caiu em numa ribanceira, um passageiro foi arremessado para fora com impacto do veiculo e morreu no local, outros três foram encaminhados para a Clinica Sinha de Novo Progresso.



 Polícia Militar de Novo Progresso realizou, na manhã desta sexta-feira (15/03), troca de comando do destacamento da Policia Militar. O evento aconteceu na orla do Lago, assumiu o comando a partir desta data o Major Pedro José Ferreira Cardoso. 
 Segundo o comandante geral da Polícia Militar Regional, Tenente Coronel Josafá Pereira Borges, a mudança feita em Novo Progresso e para atender melhor a cidade de e região. “Estamos fazendo essas modificações para garantir a segurança da população de Novo Progresso”. O nosso objetivo é reduzir drasticamente os índices de violência. 

 O Major Pedro José Ferreira Cardoso assumiu o comando do batalhão, no lugar do Major José Ribamar Rodrigues de Sousa. Estiveram presentes no evento a Prefeita Madalena Hoffiman, o Presidente da Câmara de Vereadores o Senhor Ubiraci Soares , o Delegado de Polícia Civil Doutor Caio Carmelo Rocha. 


Deputado Hilton Aguiar reuniu com manifestantes

 Os manifestantes estão liberando a rodovia Br-163 de 12 em 12 horas até na terça-feira, quando acontecerá uma reunião em Brasília com o diretor geral do DNIT, marcada pelo deputado estadual Hilton Aguiar.

Desde terça-feira, 13/03/2012, a BR-163 próximo ao município de Trairão, no Oeste do Pará, está interditada por conta dos abandonos das obras que ocasionam as péssimas condições de tráfego, bem como atrasos nos pagamentos da Construtora Brasileira e Mineradora LTDA (CBEMI) a funcionários e credores, que revoltados com 07 meses de atrasos nos pagamentos resolveram interditar a Rodovia. Para interditar a rodovia os funcionários usaram um trator e uma máquina da própria empresa CBMI.