Para as comemorações festivas, em homenagem aos 25 anos do Município, a prefeitura realizará uma das maiores feiras agropecuária da região. Uruará completa no próximo dia 13 de setembro, 25 anos de emancipação política. E para comemorar o aniversário, a prefeitura preparou uma programação diversificada começando a partir do dia 07, onde será realizado o desfile cívico na Avenida Transamazônica com a participação das escolas e grupos sociais do Município.
O empresário Eike Batista, em rápida conversa com jornalistas presentes ao lançamento do site de venda de roupas Powerlook, administrado por sua namorada, a advogada Flávia Sampaio, disse na tarde desta terça-feira que tem interesse na compra do SBT.

“Não há uma negociação concreta, mas o interesse é real. Estou cansado de notícia ruim e gostaria de ter um canal que se dedique mais às notícias boas”, disse.

O desfile deste ano de 07 de setembro em Novo Progresso foi espetacular, as escolas se organizaram a tempo de mostrar ao público uma apresentação espetacular.  

Os colégios entraram na Avenida jamanxim por volta das 07 da manhã, muitas homenagens foram feitas baseadas na história do Brasil, mas a que mais marcou foi à homenagem feita a adesão do Pará com exibição de faixas e cartazes.
Deputado Nélio Aguiar
O deputado Nélio Aguiar (PMN) esteve, na quarta-feira, 05,  em audiência com o secretário estadual de Saúde, Hélio Franco. Na pauta da reunião, a situação da hemodiálise em Santarém, que está com capacidade instalada saturada. “Hoje o Município tem o serviço de hemodiálise nos Hospitais Municipal e Regional, mas as duas unidades já não conseguem atender a demanda. Já existem 16 pacientes na fila de espera para atendimento”, detalhou Nélio Aguiar.
MP pede anulação do reajuste da tarifa de energia no Pará  Ministério Público do Estado do Pará (MPE) entrou com uma ação para anular a decisão da Justiça que permitiu o aumento da tarifa de energia elétrica. O pedido de anulação do reajuste partiu da Associação Comercial do Pará (ACP). Os empresários locais estão preocupados com os impactos desse aumento para a economia paraense.

Angélica costumava pagar R$ 700 na conta mensal de energia. Com o aumento da tarifa, ela está pagando R$ 100 a mais e reclama da qualidade do serviço oferecido.