Um grupo de aproximadamente 500 agricultores mantém interditada, desde ontem (19), as rodovias Transamazônica (BR-230) e a Santarém-Cuiabá (BR-163) à altura do quilômetro 140, área conhecida como Ponte Grande, no Município de Rurópolis, oeste do Pará.

Os manifestantes exigem, entre outras coisas, o asfaltamento de trechos da Transamazônica, acesso a energia elétrica, regularização fundiária, revisão das unidades de conservação que sobrepõem assentamentos já existentes e a criação de políticas públicas nas áreas de educação, saúde, segurança e moradia.