quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Homem é encontrado morto na comunidade de divinopolis km 70

IPC Hércules Examinando o ocorrido
Hoje (16/01/2012), logo pela manhã, por volta das 07hs, policiais militares destacados na comunidade de Divinópolis comunicaram ao delegado de polícia civil, titular da delegacia de Rurópolis, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho que havia um homem morto dentro de sua residência anexa a uma usina de arroz, localizada na Avenida Beija-Flor, Centro às margens da Rodovia Transamazônica, km 70.

De imediato, o delegado com apoio do investigador Hércules Araújo e do Sargento PM Jodiel Siqueira foram até o local e ali constataram a veracidade das informações fazendo levantamento de local.
Policial Militar e Civil vistoriando o local
 O corpo da vítima apresentava ferimento na cabeça, porém, no local não foi encontrado nenhum vestígio de arrombamento ou qualquer violência contra a vida, bem como nada foi dali subtraído. No primeiro momento, a polícia trabalha com a hipótese de acidente doméstico. Manoel teria tentado subir um degrau bastante elevado que dividia sua casa e a usina improvisada e perdeu o equilíbrio caindo fatalmente de cabeça no chão.

O local foi isolado e após vasculhas realizadas na residência, os documentos pessoais do morto foram encontrados dentro de uma bíblia. Tratando-se da pessoa de MANOEL DOS REIS GOMES, natural de Vitória/MA, nascido em 06/01/1944, filho de José Grigório Gomes e Luzia Rabelo da Cruz.
Comunidade presente

Também, na comunidade, o delegado conversou com o senhor JOSÉ LUCIO SOBRINHO, agricultor, cearense, 66 anos, o qual falou que Manoel era seu amigo de caminhadas, pois ambos eram hipertensos e tinha o compromisso matutino de realizar tal atividade física diariamente, entretanto, na data de hoje, por volta das 5hs da madrugada foi até a casa do amigo e lhe chamou por várias vezes e ele não atendeu, quando percebeu por uma fresta, embora o ambiente estivesse escuro, que Manoel estava caído no chão, comunicando o fato a polícia que foi até o local.
Comunitário
JOSÉ SOBRINHO informou ao delegado que reside há 43 anos na comunidade de Divinópolis e Manoel há quatro anos, e que o mesmo era uma pessoa tranquila, trabalhadeira e bem relacionada na comunidade e na igreja que frequentava. Fatos confirmados a autoridade policial pelo vereador Ismael Carvalho e pelo ancião da igreja da comunidade. De acordo com o delegado de polícia Doutor Ary Vital Filho afim de exaurir dúvidas que, por ventura possam existir, o corpo foi removido para o necrotério do hospital municipal e solicitado a sua direção a realização de exame cadavérico, não ficando comprovado em laudo a existência de crime. Foi registrado boletim de ocorrência referente a comunicação de óbito, contudo, o delegado afirmou que ainda ouvirá algumas pessoas daquela comunidade e buscará localizar a família do falecido. Populares apoiaram o trabalho policial, inclusive em parceira com a prefeitura municipal estão providenciando o velório e sepultamento do mesmo, pois não foi encontrado nenhum parente próximo.
Matéria do Blog Sem Polêmica, com informações e fotografias da Policia Civil Rurópolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário