sábado, 9 de março de 2013

Menor de 15 anos é estuprada por dois irmãos em Itaituba

“Neguinho”, principal acusado, foi preso pela Polícia Militar
“Neguinho”, principal acusado, foi preso pela Polícia MilitarA menor das iniciais NMC, de 15 anos, acusou na Delegacia de Polícia Civil de Itaituba, os irmãos Elenilson Pereira da Silva, vulgo “Neguinho”, morador do bairro da Paz e, Amilton Pereira da Silva, “Nego”, que reside no Vale do Piracanã (Minha Casa Minha Vida), de terem a estuprado no interior de um veículo que pertence ao patrão de Elenilson.

A menor relatou em seu depoimento na Polícia que no dia 02 (sábado), pelo período da tarde, às 17h00min quando esteve em uma festinha promovida em uma chácara no bairro São Francisco, perto de uma empresa que revende gás. A vítima disse que ali rolava uma festa onde corria livre muita bebida alcoólica, orgia com sexo liberal (pessoas transando abertamente) sob efeito de drogas (onde adolescentes foram vistas em estado de embriaguês).

A menor contou, ainda, à Delegada da Mulher, Dra. Suelem de Cássia e ao escrivão de Polícia, com acompanhamento do Conselho Tutelar, que ao término da festa, por volta das 23h00min, ela e uma amiga deixaram a chácara de carona, com os dois acusados e mais outra garota. Só que no trajeto Elenilson e Amilton teriam mudado de rumo levando as vítimas para um local ermo, lá eles teriam espancado as menores, que além de terem sido violentadas sexualmente, ainda tiveram celular roubado
A mãe da vítima, Luciana Batista Sales, disse que desconfiou do ocorrido apenas no dia seguinte quando encontrou a filha chorando e com marcas pelo corpo.
Em face da gravidade das denúncias, a delegada Suelem de Cássia, que está à frente do caso, solicitou exame de corpo de delito, o que comprovou que de fato a menor havia sido espancada e estuprada.  Com as provas técnicas em mãos, a delegada empreendeu busca para prender os acusados, mas um deles Amilton “Nego”, ao perceber a presença dos policiais abandonou seu local de trabalho na 13ª Rua, tomando rumo ignorado.  Na tarde de segunda-feira, dia 04, Elenilson Pereira da Silva “Neguinho” foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil.
Cabeleireiro acusado de abuso sexual contra menores em Jacareacanga: O cabeleireiro Márcio Gomes, maranhense, de 31 anos, conhecido como “Baixinho”, residente no Bairro Bela Vista, no município de Jacareacanga, Oeste do Pará, está sendo acusado de abuso sexual de vulnerável. As vítimas são duas crianças de 9 anos de idade.
Fatos: A primeira vítima, das iniciais LSAS, enteada do acusado, vinha sofrendo abuso sexual desde os 5 anos de idade. Foi o que relatou no dia 24 de fevereiro, Vânia Alves de Sousa, companheira de Márcio Gomes, ao Conselho Tutelar de Jacareacanga. Segundo Vânia Sousa, quando morava na comunidade garimpeira São José, LSAS, na época com 5 anos de idade, lhe relatou que Márcio Gomes havia tocado em suas partes íntimas. A mãe da menor na ocasião não deu crédito à denúncia da criança.
A segunda vítima, a menor das iniciais ECBS, filha de um comerciante local, sofreu abuso no dia 24 de fevereiro. Usando da prerrogativa de amigo do pai da menor, Márcio Gomes com o intuito de ensinar a criança a pilotar sua moto, levou a menor para a beira de um igarapé e lá abusou da indefesa criança.
A menor ECBS relatou o fato com detalhes ao seu pai (que não quis se identificar à nossa reportagem). Segundo o pai da menor, atendendo ao clamor da mulher do acusado, não formalizou denúncia às autoridades competentes, mas comunicou o fato à mãe da menor que mora em Itaituba, que imediatamente acionou o Conselho Tutelar do Município.
Em depoimento à Polícia Civil, a conselheira Leila Margareth relatou que tomou conhecimento do crime às 16h30 do dia 28 de fevereiro. “Recebemos uma ligação do Conselho Tutelar de Itaituba denunciando o crime e imediatamente adotamos providências, procurando o pai da menor ECBS e posteriormente a mãe da menor LSAS, que também denunciou o abuso praticado pelo acusado há mais de 4 anos contra sua filha. Agora compete à Policia adotar a providências contra Márcio Gomes”, disse Leila Margareth.
Segundo informações do delegado Antonio Carlos, o acusado está foragido, mas é questão de tempo para ser localizado. “O acusado fugiu da cidade antes de nós tomarmos conhecimento sobre esse crime”, disse Antonio Carlos.
Márcio Gomes é cabeleireiro, tem uma tatuagem na mão direita com descrição em chinês. Qualquer informação ligue para a Polícia Militar – Base de Jacareacanga (93) 9210-6839 ou para o Conselho Tutelar de Jacareacanga (93) 9208-2030. Com informações e fotos de Junior Ribeiro.

Por: Nazareno Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário