quinta-feira, 28 de março de 2013

MPF pede fim da expedição que busca licença ambiental para obra em São Luiz do Tapajos



O Ministério Público Federal (MPF) solicitou à Justiça nesta quarta-feira (27) que impedisse a realização da expedição de cientistas que estão no oeste do Pará para fazer o levantamento da fauna e flora no médio Tapajós, que irá compor, entre outros estudos, o de impacto ambiental para a obtenção da licença prévia do projeto de criação da Hidrelétrica de São Luiz, no Tapajós. A operação deve ficar na região por cerca de um mês.
“Pedimos a suspensão para evitar algum conflito. Recentemente teve o caso da Operação Eldorado, que culminou inclusive com um falecimento de um indígena, na operação da Polícia Federal dentro de terra indígena. Nosso receio é que aconteça algum conflito, por isso é que ingressamos com o pedido”, explica o procurador da república Fernando Alves Júnior.
saiba mais
Cerca de 80 pesquisadores, entre biólogos, engenheiros florestais e técnicos de apoio, integram a expedição. Equipes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional desembarcaram em Itaituba. Elas estão acompanhando a expedição para garantir a segurança dos cientistas.
Ainda segundo o Ministério Público Federal, o licenciamento ambiental da usina está suspenso pela Justiça por falta de consultas prévias ao índios que serão afetados pela construção da hidrelétrica.
fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário