sábado, 9 de março de 2013

Vereadores denunciam: “Prefeito de Novo Progresso age como tirano”


Sha
SDB) fazem duras críticas ao Prefeito
Vereadores Chico Sousa (PMDB) e Juarez Siviério (PSDB) fazem duras críticas ao PrefeitoNovo Progresso pode entrar para o livro de recordes como o Município onde existe o maior número de funcionários públicos que mais pedem licença do trabalho que exercem, e na maioria das vezes não voltam para seus cargos. A explicação para as crescentes baixas entre os servidores da Prefeitura foi explicada esta semana por dois vereadores daquele Município, que estiveram na Câmara Municipal de Santarém. Em contato com a equipe do jornal O Impacto eles fizeram sérias críticas ao prefeito de Novo Progresso, Osvaldo Romanholi (PR), que segundo a dupla de legisladores municipais, age como ditador.

Para se ter uma idéia do extremo de suas decisões impopulares, basta citar que um de seus primeiros atos, assim que assumiu a Prefeitura foi  baixar o salário de todo funcionalismo público municipal. O que acontece é que, depois da decisão, os salários com valores abaixo do que antes era pago, está fazendo com que muitos funcionários peçam demissão dos cargos que ocupam na administração municipal. “Um funcionário competente, que antes possuía salário na base de R$ 1700 reais e passa a ganhar R$ 600 a 700 reais, eu acredito que não vai exercer seu trabalho com qualidade”, disse o vereador do PMDB, Chico Souza.
“É inadmissível que depois de oito anos exercendo o trabalho no Município, principalmente na área de saúde, cuidando de idosos e crianças, dedicando o tempo que possui, alguém possa ficar satisfeito ao perceber que seu salário virou de miséria”, disse o vereador Juarez Siviério, PSDB.
Osvaldo Romanholi baixou salários dos funcionários
Osvaldo Romanholi baixou salários dos funcionários
Concursados: Segundo os dois vereadores, o prefeito de Novo Progresso, Osvaldo Romanholi, baixou o valor que recebiam os funcionários de todas as secretarias municipais, até dos concursados: “Isso faz parte de sua administração para querer fazer caixa”, citou o vereador Silviério, não concordando com esta atitude, pois segundo ele: “os salários dos funcionários já vem condicionado dentro dos programas de saúde”. A triste conclusão é que com os salários defasados, os funcionários se mudam para outros municípios e até para outros estados. “Quem perde com isso é o povo”, constata o vereador Juarez, do PSDB.
O prefeito Osvaldo Romanholi bem que chama os concursados para trabalhar na Prefeitura, mesmo com baixo valor. “Mas a Câmara vai cobrar esta decisão do Prefeito, não vamos ficar com os braços cruzados, vamos pedir pela regularização de salários dos funcionários municipais”, diz o vereador Juarez. O município de Novo Progresso, primeiro na divisa com o estado de Mato Grosso, possui nove vereadores, tendo como presidente o vereador Ubiraci Soares (PT), conhecido por “Macarrão”. Na região todos esperam pela chegada do governador Jatene e por uma decisão mais sábia por parte do prefeito Osvaldo Romanholi. “Nós fazemos oposição inteligente ao Prefeito, na verdade, estamos tentando trabalhar em parceria com o Executivo municipal, pois quem ganha com isso é a população”, citaram os vereadores.
Fonte: RG 15/O Impacto e Carlos Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário