Menor de treze anos é acusado de violentar senhora de setenta e seis anos em Itaituba

Maria Domingas Diniz da Silva
O fato ocorreu ontem por volta das 03h00, na 34ª rua do bairro Piracanã. Dona Maria que está sozinha porque seu marido está preso acusado de estupro, (o marido, seu Sabino, foi preso em Miritituba por prática de ato libidinoso contra uma menor há uma semana) pediu para uma conhecida que deixasse seus dois filhos, um de onze e o outro de treze, lhe fazer companhia, pois tinha medo de dormir sozinha. E para sua surpresa na noite de hoje acordou sendo molestada pelo menor de treze anos, que estava deitado sobre ela tentado praticar sexo. Ela disse à polícia que o jovem tampou sua boca com um pano para impedir que ela pedisse ajuda e segurou sua cabeça, vindo a provocar vários hematomas. Depois de muito lutar conseguiu se soltar e pedir ajuda de um genro que mora numa casa ao lado. No quarto havia muita roupa jogada pelo chão, como se alguém estivesse procurando algo de valor. O menor que mora com a mãe e irmãos, tem uma história de violência na família. Seu pai está preso no presídio local há três anos acusado de estuprar a filha de 13 anos. A vítima está hospitalizada no HMI e o menor apreendido na Delegacia da Mulher.


o garoto RMS que teria atacado a idosa

A família do garoto não acredita que o garoto tenha feito tal atrocidade. E o  ambiente deixa dúvidas quanto ao depoimento da vitima, pois suas roupas estavam espalhadas pela casa, como se a pessoa que praticou a ação não estivesse preocupada em acordar as pessoas do quarto. Essa  pessoa fez uma verdadeira bagunça, inclusive em cima da cama havia vários objetos espalhados. Se o garoto fizesse tudo aquilo certamente acordaria a idosa. Se ele primeiro atacou a idosa pra só depois remexer o guarda roupa daria a ela a chance de pedir ajuda.  Não dar para assegurar até o momento que o garoto foi quem praticou o crime e se houve crime. Dona Maria teve há poucos dias o esposo preso sob acusação de estuprar uma menor e está fragilizada com sua ausência. 
 
fonte: BLOG RPI

0 comentários:

Postar um comentário