Operação policial resulta na prisão de quadrilha que agia no oeste do PA


)
 Uma quadrilha especializada em diversas modalidades de crimes foi presa pela Polícia Civil em Santarém, no oeste do Pará, na manhã desta terça-feira (2). Segundo informações da polícia, a operação "Caixa Preta" resultou na prisão de seis pessoas, entre elas um policial militar, apontado como o líder do bando e responsável pelo planejamento dos crimes.

O grupo é suspeito de praticar crimes como arrombamentos de cofres e de caixas eletrônicos, assaltos em via pública, roubos de motocicletas, fornecimento de armas de fogo e veículos para assaltos e ainda comércio ilegal de munições. De acordo com a polícia, a base de atuação da quadrilha era
Santarém, mas eles tinham parceria com assaltantes do Amazonas, de quem recebiam apoio para praticar crimes na região oeste do Pará.

Somente no município santareno, mais de 10 postos de combustível foram alvos de assaltos da quadrilha. O bando também seria responsável pelo arrombamento no caixa eletrônico do Banco do Brasil instalado na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Os municípios de Itaituba, Rurópolis, Alenquer, Monte Alegre, Terra Santa, Juruti e Placas também foram alvo de ações criminosas da quadrilha. A polícia diz que todos os crimes estão sob investigação.

Com os detidos, foram apreendidos veículos, motocicletas, armas de fogo, computadores e ferramentas utilizadas nos arrombamentos, além de documentos de veículos, cartões de crédito, munições, cartões de contas de funcionários públicos usados na prática
de agiotagem e outros documentos que passarão por análise.Segundo o delegado Gilberto Aguiar, superintendente da região do Baixo e Médio Amazonas, a operação resultou de investigações e esforço da equipe policial que acompanhava as atividades criminosas na região.
O trabalho policial foi coordenado pela Superintendência Regional da Polícia Civil no Baixo e Médio Amazonas, com acompanhamento do Comando de Policiamento Regional I de Santarém; que disponibilizou todo o efetivo da Polícia Civil local; do Grupamento Tático Operacional e da Corregedoria Regional da Polícia Militar em Santarém.
A operação também contou com as Unidades de Polícia em Mojuí dos Campos e de Alter-do-Chão e da Delegacia da Mulher de Santarém.

0 comentários:

Postar um comentário