Policiais civis fazem homenagem ao delegado Antonio Carlos

Muita emoção da senhora Raimunda de Lima
ontem, dia 23/04/2013, na cidade de Itaituba, foi celebrado na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Santana, missa de 7ª dia pelo falecimento do delegado de polícia civil, Doutor Antônio Carlos Correa da Silva, vítima de acidente trânsito, na rodovia Transamazônica, trecho da zona rural de Jacareacanga, Oeste do Pará, no último dia 17 do corrente mês, ao retornar de suas atividades policiais naquele município.
Amigos, esposa, filhos, familiares, policiais civis e autoridades públicas da Região compareceram na igreja de Santana, onde foi rezado pelo frei Francineto uma missa “in memoriam” do delegado de polícia civil Antônio Carlos, inclusive, foram feitas várias homenagens pela sociedade ao exemplo de pessoa e profissional que ele era em vida.
Senhora Socorro Janilce - viúva
A missa teve como oradora a Agente Administrativa da polícia civil, Raimunda de Lima dos Anjos, ao lado de quem também o delegado trabalhou em Itaituba, bem como a primeira leitura foi realizada pelo vice-prefeito Raimundo “Dico”.
Posteriormente, as homenagens prosseguiram na 19ª Seccional de Itaituba, aonde os delegados de polícia civil da Superintendência do Tapajós, sob administração do DPC Edinaldo Silva Sousa realizaram um momento de reflexão sobre a vida policial e também relembraram bons momentos passados ao lado do amigo Antônio Carlos durante sua carreira.
Descerramento da placa em homenagem ao delegado Antonio Carlos
Em solenidade, o auditório da 19ª Seccional de Polícia civil de Itaituba recebeu o nome de Antônio Carlos Correa da Silva, o qual recebeu a população, amigos, autoridades, familiares do delegado para um café da manhã. A placa foi inaugurada na presença de policiais civis, da companheira do delegado e da população em geral.
Com 30 anos de serviços prestados à sociedade paraense, Antônio Carlos entrou na corporação em 1983, por meio de concurso público, no cargo de investigador. Ele deixou a função em 1992, após passar em novo concurso público, para a carreira de delegado, sendo empossado em fevereiro de 1993, no cargo.
DPC Edinaldo Silva Sousa - Superintendente da Policia Civil
A polícia civil continua de “Luto” pela lamentável perda desse profissional que cumpriu a missão de defender a sociedade, solidarizando com a família enlutada, amigos e companheiros de trabalho.
 Informações e Fotografias: Doutor Ary Vital
sem polemica

0 comentários:

Postar um comentário