Caverna Paraíso: Academicos conhecem santuário ecológico


   A caverna paraíso está localizada a cerca de 90 quilometro de Itaituba. Para chegar até lá é preciso se locomover pela rodovia transamazônica e trafegar mais 14 quilômetros na vicinal transfordlandia, município de Aveiro. O paraíso subterrâneo fica em uma pequena propriedade rural, de moradores hospitaleiros, foram eles os primeiros descobridores docenário hoje cobiçado por visitantes de diversos lugares do Brasil e até do exterior. A descoberta aconteceu por acaso durante uma caçada do patriarca da família, que decidiu preservar o espaço para as gerações futuras. O local paradisíaco tem atraído muitos exploradores e amantes da natureza.  Para os acadêmicos do curso de pedagogia da faculdade de Itaituba esta era mais uma oportunidade de descoberta.
  
O grupo foi guiado por uma equipe de experientes exploradores que tomaram todos os cuidados necessários para proteger os principiantes. Para chegar até a caverna Paraíso é preciso caminhar cerca de 1500 metros pela mata fechada com a utilização de equipamentos de segurança. A trilha de acesso a caverna já um momento de contemplação, onde é possível realizar um contato direto com a natureza.
A caminhada pode proporcionar momentos de admiração à beleza da floresta. Uma parada obrigatória é uma grande sumaúma de mais de 40 metros de altura, uma arvore centenária preservada no coração da floresta amazônica com grande imponência. Depois de meia hora de caminhada chegamos ao esperado local de acesso a caverna, um ambiente de difícil acesso, onde só é possível descer uma pessoa por vez, com auxilio de uma corda.
  Desde a catalogação realizada a cerca de 6 anos, diversas  expedições foram deitas ao local, a mais importante foi feita por pesquisados da revista norte americana National Geographic. Foi preciso habilidade para adentrar a caverna por um pequeno acesso na rocha. A orientação do guia é fundamental. No interior da caverna nada alem da escuridão, a visibilidade só é possível com auxilio de lanternas. Aos poucos se vê uma exuberância construída em mais de 250 milhões de anos de ação da natureza, segundo os especialistas. O Pará possui mais de 100 cavernas catalogadas, mas, a caverna paraíso é considerada uma das maiores da Amazônia com mais de dois mil quilômetros de extensão, 1600 metros já catalogados. Ela é considerada oficialmente como a primeira caverna em calcário catalogada na Amazônia. Um verdadeiro Santuário ecológico que faz jus ao nome que recebeu. Dentro da caverna é possível encontrar grandes labirintos, alguns de difícil passagem por causa do teto baixo e de paredes apertadas. As trilhas são úmidas e parcialmente alagadas, e formam verdadeiros rios subterrâneos e piscinas de águas límpidas e azuladas
O passeio mostra imagens fantásticas esculpidas nas paredes da caverna pela ação do tempo. Formações rochosas de milhões de anos  que se tornaram amplos salões, habitados por poucas espécies  e muito freqüentada pelos temidos morcegos. O visitante acaba se encantando com este universo de descoberta que proporciona uma bela experiência. O ambiente alem de turístico é cientifico, pois revela transformações geográficas e históricas de muitos século. Dentro da caverna todos se tornam verdadeiros exploradores, mas, acima de tudo admiradores do que a natureza produziu generosamente. 
fonte: www.garimpandonoticias.blogspot.com

0 comentários:

Postar um comentário