Jota Parente - O ex-prefeito Valmir Climaco está decidido a se lançar candidato a deputado estadual, segundo informou uma segura fonte do blog, hoje.

Valmir tem pressa e já teria até anunciado sua intenção, caso não tivesse sido convencido por amigos próximos, que recomendaram cautela por estar muito cedo, uma vez que um anúncio dessa natureza geraria uma crise imediata entre o ex-prefeito e o deputado estadual Hilton Aguiar.
A ida do ex-prefeito Roselito Soares para o PMDB fica cada vez mais perto.
Terça-feira, o presidente do diretório municipal do partido em Itaituba, o empresário Wilmar Freire recebeu um telefonema do ex-prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho, filho do senador Jader Barbalho e provável candidato ao governo do Estado do Pará.
Helder queria saber se Wilmar tinha informações seguras a respeito do assunto. A resposta foi de que realmente ele e Roselito tinham tratado dessa questão por algumas vezes nos últimos dias. 

As obras da usina hidrelétrica Belo Monte, no Pará, estão totalmente normalizadas depois que a Norte Energia, empresa responsável pelo empreendimento, fez um acordo com indígenas que bloqueavam o acesso de trabalhadores a um dos canteiros.
O Consórcio Construtor Belo Monte informou que as obras no canteiro Sítio Pimental --onde atuam cerca de 4 mil trabalhadores e que teve as atividades paralisadas desde segunda-feira-- já ocorrem normalmente na manhã desta quinta-feira.


Itaituba - Em Itaituba, sudoeste do Pará, a polícia prendeu nesta quarta-feira (9) quatro suspeitos de integrar quadrilha de assaltantes que agiu durante as festas de final de ano.

Segundo as investigações, um adolescente é quem fazia os assaltos e repassava os objetos para o grupo. O material roubado era revendido a terceiros.




Embarque PassageirosA reportagem foi produzida pelo jornalista Weliton Lima, da TV Tapajoara (SBT). Segundo dados levantados pelo jornalista, dois dias depois da autorização dada pela Arcon para o aumento do preço da passagem de barco de Itaituba para Santarém, os passageiros continuam reclamando, e agora com mais ênfase, da qualidade do serviço oferecido pelas embarcações. O desconforto para os passageiros começa pelo acesso aos barcos. Pessoas idosas e doentes são obrigados a descer por uma longa rampa improvisada, sem as mínimas condições de segurança.