A juíza Vanessa Couto, respondendo pela 2ª vara da Comarca de Itaituba, concedeu na quinta feira, dia 14 último, liminar a empresa Rio Moju Transporte LTDA para continuar circulando com suas linhas de ônibus em Itaituba.
 A empresa, que desde Abril do ano de 2012 estava trabalhando, com um Decreto Lei, que concedeu a título PRECÁRIO o serviço de Transporte Público Coletivo no município de Itaituba, teve suas atividades  suspensas, através de uma Notificação expedida pelo Coordenador da COMTRI, advogado Davi Salomão. A empresa Rio Moju entrou na justiça com Mandato de Segurança, através do advogado Adalberto Viana da Silva, conhecido por Dr. Cabano solicitando liminar para garantir o transporte coletivo na cidade de Itaituba.

Construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte será mantida. Justiça Federal negou pedido que pretendia parar as obras. (Foto: Divulgação)

Um pedido formulado pelo Ministério Público Federal (MPF-PA) para que fossem suspensas as obras de construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte, no rio Xingu, no Pará, foi rejeitado limirnamente, nesta sexta-feira (15), pelo juiz federal Arthur Pinheiro Chaves. Contra a decisão ainda cabe recurso ao Tribunal Regional Federal, em Brasília (DF).
O juiz da 9ª Vara entendeu que, de acordo com as provas documentais que constam dos autos, a construção da usina hidrelétrica está de acordo com “regular processo administrativo de licenciamento”, atendendo sobretudo as exigências previstas na Resolução nº 237/1997 do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente).
Com remunerações - salário mais adicionais - que ultrapassam R$ 5 mil, o concurso da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) segue com inscrições até esta segunda-feira, 18 de fevereiro, no site do Centro de Extensão, Treinamento e Aperfeiçoamento Profissional (Cetap) pelo endereço eletrônico: www.cetapnet.com.br. Além do salário-base, as vagas terão os adicionais de tíquete alimentação, auxílio creche, mais plano de saúde e odontológico. As vagas são para todos os níveis de escolaridade.
Porto de Miritituba
Porto de MirititubaA Companhia Docas do Pará (CDP), usando de suas influências por ser uma Companhia Mista, está querendo junto ao Governo Federal, ganhar uma área de mais de 161 hectares, localizada às margens do rio Tapajós, na área hoje destinada a construção de portos.
Em 1972, o antigo departamento Nacional de Portos e Vias Trafegáveis (DNPVN) protocolou no Incra um requerimento solicitando a transferência de 200.000 m2 de terra em Miritituba, para a construção de um Porto Fluvial, nas margens do rio Tapajós.

O começo do fim de um sofrimento, a fuga desta menor revelou o tráfico humano em  uma boate no Ramal do KM 27. no local acompanhamos o caso com o conselho tutelar de Altamira que recebeu as primeiras informações repassadas por uma menor, em que mulheres estariam trabalhando forçadas por capatas, uma operação foi mantada para ir ao local.
Jonas Lourenço - PT
Jonas do PT - presidente
O Tribunal de Justiça do Estado do Pará, em despacho proferido pela desembargadora Maria do Ceo Maciel Coutinho, nesta sexta-feira, anulou a sessão da Câmara Municipal de Rurópolis, que foi presidida pelo juiz Gláucio Assad, que destituiu a Mesa Diretora que havia sido eleita democraticamente, tendo como presidente o vereador Jonas Lourenço (PT). Na ocasião, o juiz Gláucio Assad, usando de seu poder, destituiu a Mesa Diretora da Câmara eleita democraticamente e, ao mesmo tempo, presidiu uma nova eleição, tendo o vereador Edgar Rocha (PSD) sido eleito presidente. Após a eleição, o juiz Gláucio Assad empossou a nova Mesa Diretora.
O presidente deposto, Jonas Lourenço, entrou com um mandado de segurança junto ao Tribunal de Justiça do Estado do Pará e, na manhã desta sexta-feira, a desembargadora Maria do Ceo Maciel Coutinho deu seu parecer anulando a sessão presidida pelo Juiz Gláucio Assad e determinou que a primeira Mesa Diretora da Câmara, eleita democraticamente, fosse imediatamente reintegrada.