(Foto: Ascom Polícia Civil/Divulgação)
Fraude no Detran: 32 pessoas ainda estão foragidas (Foto: Ascom Polícia Civil/Divulgação)Depois das denúncias de uso de recursos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para pagar a folha salarial e as despesas de um time de futebol mantido pelo senador tucano Mário Couto, o órgão foi sacudido ontem por uma nova avalanche de denúncias. Desta vez as fraudes estariam na emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e resultaram em 69 mandados de prisão. 
Foram feitas também 86 buscas e apreensões de documentos em endereços espalhados por 18 municípios paraenses e do Amazonas, incluindo cidades da Grande Belém e Abaetetuba, apontada como campeã das fraudes. 

compartilhe twitter Facebook Live Google Bookmarks Del.icio.us

Inscrições para o Enem 2013 começam na segunda-feiraAs inscrições para a edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão abertas na segunda-feira (13), afirmou nesta quarta-feira (8) o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Segundo a pasta, o edital com todas as normas da prova deve ser publicado na edição de quinta-feira (9) do "Diário Oficial da União".

Segundo Mercadante, as provas serão realizadas nos dias 26 e 27 de outubro. Os portões serão abertos às 12h (horário de Brasília). O ministério espera que o número de inscritos passe de 6 milhões.
José Colares
José ColaresO Secretário de Estado de Meio Ambiente do Pará, José Colares, quando esteve em Itaituba durante três dias, foi entrevistado por nossa reportagem e falou sobre o Decreto nº 714/2013 que trata da questão ambiental sobre garimpagem na Região do Tapajós com uso de dragas e PCs, a proibição de garimpagem nos tributários do Rio Tapajós e a liberação de Licenças Ambientais. Veja a entrevista na íntegra:

Jornal O Impacto: Dr. Colares, qual o objetivo do Decreto 714/2013?
José Colares: O Decreto foi editado para organizar a garimpagem no Estado do Pará, mais precisamente na Região do Rio Tapajós.  O Decreto não está fechando garimpo como vem sendo propalado. O Decreto proíbe apenas o licenciamento ambiental para garimpagem nos leitos e margens dos tributários diretos e indiretos do Rio Tapajós, o que já é proibido pelo Código Florestal. O que ocorreu foi uma má interpretação e digo, até uma má fé, de algumas pessoas que distorceram o objetivo do Decreto e passaram a utilizá-lo como instrumento para promoção política, acusando que o Governo do Estado estava fechando os garimpos do Tapajós.
Jornal O Impacto: Ainda sobre o Decreto, o que o senhor tem a dizer?
Custodio Aguiar de Lima, 72 anos de idade, há sete anos busca na justiça indenização de uma empresa de navegação de Itaituba. Afirma que foi tratado pelos funcionários da empresa com desrespeito. Numa viagem na lancha Princesa lhe negaram o passe livre e passou por humilhação. Não conformado com o que aconteceu no atendimento pelo meio de transporte, procurou a justiça e agora a humilhação está sendo praticada pela justiça, que não decidiu até hoje sobre o caso, que já está a longo período em tramitação no juizado de pequenas causas, que deveria dar celeridade a esses tipos de processos.