Três biólogos que prestam serviço para a Eletrobrás foram feitos reféns por índios da etnia munduruku em Jacareacanga, no Pará, na sexta-feira e seguem em poder dos indígenas neste sábado, disseram à Reuters a Secretaria-Geral da Presidência da República e a estatal de energia.
Os três biólogos mantidos reféns são Djalma Nóbrega, Luiz Peixoto e José Guimarães, da empresa Concremat, que é contratada pela Eletrobras.
Os biólogos realizavam estudos de fauna e flora para o licenciamento ambiental para o projeto da usina hidrelétrica de Jatobá.
 Três biológos foram sequestrados por indígenas na região de Itaituba, no Médio Tapajós, no Pará, onde estão sendo feitos estudos para a implantação da usinas hidrelétricas São Luis do Tapajós e Jatobá. Os biólogos estariam coletando dados na região para avaliação do impacto ambiental a ser causado na região, uma das mais preservadas da Amazônia Legal.
Segundo informações da Secretaria Geral da Presidência da República, o sequestro teria sido realizado por representantes do povo munduruku, que vive no Vale do Tapajós, espalhados em 118 aldeias à beira dos rios que formam a Bacia do Tapajós.

Participam conselheiros tutelares, técnicos de secretarias municipais de assistência, saúde e educação, professores, diretores de escolas, adolescentes e representantes da sociedade civil, entre outros

Começou nesta terça-feira, 18, em Itaituba, o Encontro do Movimento pela Valorização do Estatuto da Criança e do Adolescente (Mover), que tem o objetivo de debater o Estatuto da Criança e do Adolescente e qualificar conselheiros tutelares, técnicos de secretarias municipais de assistência, saúde e educação, professores, diretores de escolas, adolescentes, técnicos dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), 
Polícia Civil prende três envolvidos com tráfico de drogas em Itaituba
Policiais civis prenderam na manhã desta quinta-feira (20) dois homens e uma mulher, acusados de envolvimento com tráfico de drogas, na cidade de Itaituba, no sudoeste paraense. Em poder dos acusados foram apreendidos drogas, objetos utilizados no tráfico de entorpecentes e R$ 62,00, além de dois cartuchos calibre .38 e uma máscara, que os policiais acreditam ser usada por eles em assaltos.
Governador Simão Jatene
Governador Simão Jatene
Que o governador Simão Jatene não gosta de Santarém, isso todos nós que moramos na região Oeste do Pará, já sabemos. Agora, o fato mais inusitado aconteceu nesta sexta-feira, dia 21, por ocasião da visita do governador Simão Jatene ao município de Santarém, acompanhado de seu secretariado e deputados estaduais, quando se reuniram pela manhã e tarde com 17 prefeitos do Oeste do Pará, no Barrudada Tropical Hotel, em Santarém.
A imprensa santarena quando chegou ao Barrudada Tropical Hotel para fazer a cobertura do evento, foi barrada pelo cerimonial do Governador.