Adevir Regelin,(foto) popularmente conhecido como Catarino do Arroz, na comunidade de Moraes de Almeida, é acusado de  duplo assassinato naquele distrito por ter assassinado a mulher e a sogra. 

Catarino  se apresentou na Delegacia de Itaituba, na intenção de responder em liberdade, mas o delegado responsável pelo caso  solicitou à justiça sua prisão temporária e o juiz decretou. O acusado foi transferido para a cadeia pública de Itaituba, na época com prisão temporária de 30 dias.
Daniel Bezerra Montenegro, juiz da 3ª vara Penal de Itaituba, converteu na ultima sexta feira (26/06) a prisão temporária do acusado, que era  de 30 dias prorrogáveis por mais 30 dias, em prisão preventiva, Catarino poderá  permanecer preso até o julgamento, por decisão da justiça.