Pelo menos seis concursos estão com as inscrições abertas para a região e oferecem 1.241 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade.

Os salários chegam a R$ 15.719,13 na Advocacia Geral da União para quem tem nível superior em direito e vale para todo o país. As inscrições seguem até o dia 23 de setembro.

Duas universidades estão com inscrições abertas até o dia 16 de setembro.

PRF fez um excelente trabalho aprendendo veículos clonadosO município de Itaituba, na região Oeste do Pará, vem se destacando como o paraíso da “Clonagem e de Cabritos”. Nos últimos anos dezenas de veículos oriundos de Mato Grosso, Amazonas, Goiânia, Tocantins, Maranhão, entre outros estados, lotam o pátio da 19ª Seccional, por roubo ou clonagem, sendo que alguns já estão sucateados pelas intempéries do sol e chuvas sem que tenham sido procurados pelos legítimos proprietários.
Barraca que seria de assaltantes é encontrada em garimpo
Itaituba - A polícia encontrou uma barraca no meio do mato, no garimpo de Crepurizinho, no município de Itaituba, oeste do Pará, que seria o local onde quatro bandidos que roubaram ouro e sequestraram um avião estariam escondidos. A barraca estava dentro da propriedade do dono da empresa mineradora que foi assaltada. A polícia acredita que os bandidos estariam acampados no local há pelo menos quatro dias, esperando o momento certo de cometer o assalto.

Suspeito pegou envelope com R$ 14 mil de gaveta da agência.
Ninguém impediu o furto, e ele saiu pela porta da frente.

Fonte: G1 PA
Um homem se aproveitou do descuido de uma funcionária da Caixa Econômica Federal de Altamira, sudoeste do Pará, para roubar um envelope com R$ 14 mil. Ele entra na agência e observa a movimentação do banco, que está lotado. O homem senta junto aos clientes e percebe quando uma cliente entregando o evelope para a caixa.
Quando a funcionária sai do guichê, o homem dá a volta no balcão, pega o envelope e anda tranquilamente. Outros clientes da agência chegam a perceber o furto, mas ninguém impede que o ladrão saia pela porta da frente do banco. A ação foi registrada pelo circuito interno de segurança da agência (veja vídeo acima).
A Caixa Econômica disse que não vai se manifestar, para não atrapalhar as investigações.