FÓRUM DAS ENTIDADES DO MUNICÍPIO DE ITAITUBA

NOTA DE REPÚDIO

Itaituba, 18 de dezembro de 2013

As entidades da sociedade civil organizada do município de Itaituba vêm a público REPUDIAR a atitude anti-diplomatica do poder legislativo municipal que se recusou em discutir com o Fórum das Entidades constituídas quando convocados, bem como, as declarações intimidatórias realizadas na Sessão Ordinária da última quarta feira 18/12, na tentativa de desvirtuar o propósito de nossas ações. Ressaltamos, que nosso maior interesse é colaborar com os poderes constituídos para o desenvolvimento de Itaituba e, que todos os assuntos tratados por este colegiado são de preocupação da coletividade e não reflete interesses secretos ou partidários. Diante da postura de parte dos vereadores reiteramos nosso repudio e exigimos respeito do referido poder. 
Josefina do Carmo e Jardel Vasconcelos
Josefina do Carmo e Jardel Vasconcelos
A deputada estadual Josefina do Carmo (PMDB) e seu esposo Jardel Vasconcelos, ex-prefeito do Município de Monte Alegre, Oeste do Pará, foram condenados na manhã de terça-feira, 17, por dois votos a um, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a pena de um ano de reclusão, substituída por prestação de serviços à comunidade, com base no artigo 299 do Código Eleitoral, que determina reclusão até quatro anos a quem dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber dinheiro, dádiva ou qualquer outra vantagem, com o objetivo de obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a oferta não seja aceita.
Ana Júlia Carepa, Ex-governadora
Ana Júlia Carepa, Ex-governadora
A ex-governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, está inelegível até 2018. Essa foi a decisão do pleno do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), que a condenou na terça-feira (17) por abuso de poder econômico, político e de autoridade. A pena começa a ser contada a partir das eleições de 2010.
Ela foi condenada durante o julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral ajuizada pela Coligação Juntos com o Povo (PPS, DEM, PSDC, PRTB, PMN, PRP e PSDB), onde também apareciam como denunciados o candidato a vice na chapa de Ana Júlia, Anivaldo Vale, o ex-secretário de Planejamento, Orçamento e Finanças durante a gestão petista, José Júlio Ferreira Lima, Fernando Carneiro e Coligação Frente Popular Acelera Pará (PT, PRB, PP, PDT, PTB, PTN, PSC, PR, PHS, PV, PSC).
Deputado Gabriel Guerreiro
Deputado Gabriel Guerreiro
Na postagem “A canoa virou”, reportando a cassação do deputado estadual Gabriel Guerreiro (PV) pelo TRE-PA, opinei crer que o TSE liminarmente manteria o mandato do deputado, pois as provas trazidas aos autos não eram valiosas o suficiente para uma condenação capital.
O que eu previ ocorreu ontem (17) à noite: o TSE concedeu liminar ao deputado Gabriel Guerreiro, suspendendo os efeitos do acórdão do TRE-PA até julgamento do mérito do recurso.
É a terceira vez que o TSE, em casos similares esse ano, concede liminar suspendendo acórdãos do TRE-PA, que se tem comportado com o mero ânimo de condenar, mesmo que as provas dos autos não autorizem tal prolação.
Deputado Nélio Aguiar (DEM)
Deputado Nélio Aguiar (DEM)
Como é a marca de todo seu mandato, o deputado Nélio Aguiar (DEM) tem sido um parlamentar atuante e assíduo na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa).
Presente em todas as sessões na reta final dos trabalhos legislativos deste ano, Nélio Aguiar votou pela aprovação de projetos relevantes para o povo do Pará. Entre eles estão projetos de lei alterando artigos da legislação estadual que dispõem sobre o ingresso e a realização de promoções na Policia Militar do Estado;