Grupo exige pesquisa para testar qualidade da água do rio Tapajós

Será realizada nesta terça-feira (14), em Santarém, oeste do Pará, coleta de assinaturas para uma petição que pretende exigir do governo do estado a realização de uma pesquisa sobre  a qualidade da água do rio Tapajós. A intenção é de verificar, em vários pontos, se há focos de contaminação por produtos químicos utilizados nos garimpos da região. A suspeita surgiu após a observação de que em determinadas partes, o rio apresenta uma coloração diferente da habitual. O pedido será encaminhado no final do mês ao governador Simão Jatene.

A ideia é que pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) colham amostras de vários pontos do rio e façam os testes de laboratórios necessários para traçar um diagnóstico, com os custos bancados pelo governo do estado. Este é o primeiro passo. Caso seja constatada qualquer anormalidade, outras atitudes serão tomadas.
Há quase 30 anos, o rio Tapajós já sofreu contaminação por conta da grande exploração garimpeira da região. Por isso a desconfiança de que mais uma vez isso esteja acontecendo. A coleta de assinaturas será às 19 h, na Avenida Coronel Joaquim Braga, nº 169, quase em frente ao Colégio Frei Ambrósio.
do G1 santarem 

0 comentários:

Postar um comentário