No PA, Clientes enganados pela 'compra premiada' esperam justiça

Em Junho de 2010 a policia federal acabou com a farra dos esquemas dessa modalidade, onde varias lojas se estalaram em Uruará e região, ELETRO SONHOS,DEUZINHO ELETRO 10,ELETROFACIL,LEAL
QUITA FACIL  e ELETRO PREMIUS. Milhares de pessoas que aderiram ao esquema ficaram no prejuízo, ainda depois de mais de 3 anos, ainda existe pessoas com esperanças de reaver o prejuízo, que chega a mais de R$ 1.000,000,00 só em Uruará.


O consórcio fraudulento funciona no mesmo esquema das conhecidas “pirâmides”. Eram formados grupos de 48 pessoas. Todas começam a pagar as prestações e aquelas sorteadas a cada mês recebem a moto e não precisam mais pagar o restante das prestações. Porém, teriam que ser substituídos por outro interessado em entrar no esquema. A prática é bastante comum na região, O esquema era visível em toda a região norte. No caso da Eletromil cerca de 30 mil consumidores que foram enganados pela compra premiada da loja Eletromil há dois anos, até hoje esperam por justiça. Muitos ainda não receberam o dinheiro de volta.
Em 2012, a polícia começou a investigar a empresa Eletromil. Os casos ocorrem na Região Metropolitana de Belém (RMB) e em pelo menos dez municípios do interior do estado. Segundo o Ministério Público, cerca de 30 mil pessoas foram enganadas, somando prejuízo de R$ 25 milhões para os clientes.
Os donos da empresa Eletromil são acusados de estelionato e formação de quadrilha. A Polícia Civil já decretou a prisão de todos os envolvidos, mas até agora ninguém foi preso.

0 comentários:

Postar um comentário