Polícia de Santarém apoia investigação de triplo assassinato

Moradores de Itaituba ficaram assustados com o crime. (Foto: Reprodução/TV Liberal)Corpos foram encontrados dentro da loja da advogada.
(Foto: Reprodução/TV Liberal)
O superintendente de Polícia Civil de Santarém, delegado Gilberto Aguiar, afirmou na tarde deste domingo (23), que a equipe do Núcleo de Apoio e Investigação (NAI), comandada pelo delegado Silvio Birro foi deslocada no início desta tarde paraItaituba, para dar apoio às investigações da morte de Leda Marta Lucyk, que era procuradora do município, a filha Hannah Estela, de 10 anos, e da funcionária Taynara Siqueira, mortas no sábado (22).
“O delegado geral de Itaituba solicitou que a equipe fosse para ajudar nas investigações. A ideia é realmente dar apoio com a finalidade de conseguir identificar quem é a autoria desse crime”, explicou o superintendente.

A equipe do NAI é formada por um delegado, um escrivão e cinco investigadores. Aguiar destacou que mesmo com o apoio, o inquérito será instaurado pela Polícia Civil de Itaituba. A previsão é que a equipe chegue ao local, por volta de 19h.
OAB
O presidente da OAB seção de Santarém, Ubirajara Bentes foi até à cidade junto com o presidente da OAB/PA, Jarbas Vasconcelos acompanhar as investigações e prestar solidariedade aos familiares e amigos.

Os corpos foram encontrados por uma tia da funcionária da loja, que sentiu falta da sobrinha que costumava chegar cedo aos sábados e não estava atendendo o celular. Ao chegar à loja a tia viu os corpos e chamou os bombeiros. Peritos do Instituto Médico Legal foram até ao local para fazer a perícia e remoção dos corpos.Entenda o caso
As três vítimas foram encontradas mortas, por volta de 20h de sábado, dentro da loja de propriedade da advogada. Segundo a PC, o homicídio aconteceu entre 8h e 10h. O crime, que está sendo presidido pelo Delegado Kleber Pascoal, chocou a população de Itaituba. Segundo a família, Leda não tinha desafetos, a não ser as questões que envolviam o trabalho jurídico.

A Polícia iniciou as investigações e já recebeu depoimento do ex-marido de Leda e do ex-namorado da funcionária. Por volta de 14h deste domingo (23), uma faca suja de sangue e torta foi encontrada dentro de uma lixeira foi encontrada por populares, cerca de 60 metros do local do crime. A perícia foi até o local recolher o objeto que pode ter sido usado no crime.
Depois que o Instituto Médico Legal (IIML) liberou o corpo da advogada, amigos próximos da vítima colegas de trabalho da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) prestaram homenagem em cortejo pela cidade. Em seguida os corpos da mãe e da filha foram encaminhados para a cidade de Palotina, no estado do Paraná, cidade natal da advogada. O da outra jovem foi parra Fordlândia, no município de Aveiro.

0 comentários:

Postar um comentário