quarta-feira, 9 de abril de 2014

Avião desaparecido: Familiares e amigos pedem socorro na camara

Foto: Jota Parente

As galerias da Câmara de Itaituba foram quase todas tomadas pelos servidores do DSEI Tapajós, que foram até a Casa de Leis pedir o apoio dos vereadores para a continuação da luta para encontrar o Baron prefixo PT-LMN, da Jotan, desaparecido desde o dia 18 de março.

Em virtude de uma solicitação feita na tarde de ontem, a programação inicialmente estabelecida foi alterada.

Hoje a tribuna seria ocupada por dez minutos, pelo secretário de Meio Ambiente, Valfredo Marques, que transferiu sua fala para outro dia, para que um representante do DSEI pudesse de pronunciar.

A servidora Joselice Pereira foi a escolhida pelo grupo, tendo falado por um tempo um pouco superior a dez minutos.  

Ela apelou para que os edis ajudem a pressionar as autoridades em Brasília para que o Ministério da Defesa autorize o comando do 53º BIS, de Itaituba, para que sejam enviados 100 militares para Jacareacanga para participarem dos trabalhos de buscas por terra.

Depois dela, falou a jovem Andrezza Silva, sobrinha de Luciney Aguiar de Sousa, uma das passageiras do voo da aeronave desaparecida.

Andrezza fez um apelo emocionado para que as buscas continuem e que para que haja reforço dos homens do Exército.


Foto: Jota Parente

Foto: Jota Parente

Um comentário:

  1. O Brasil é mesmo um País inexplicável, ou seria seus governantes?? Enquanto o Governo mantém uma missão humanitária no Haiti, aqui é preciso pressão, paralisação, manifestação, para tentar conseguir ajuda, para salvar 05 pessoas. Se não pudéssemos contar com os voluntários, com os índios, como seria, teríamos que abandoná-los, esquecê-los?? Como podemos ser patriotas, diante de tanta insensibilidade? A vontade é de não votar, de não pagar impostos, de não mais exercer a nossa cidadania. Vou deixar uma pergunta para vocês, Autoridades "Existe alguma pessoa de sua família, desaparecida"? Não, então pode deitar e dormir tranquilamente.

    ResponderExcluir