sexta-feira, 11 de abril de 2014

Polícia ainda não tem pistas de avião desaparecido

A Polícia Civil de Jacareacanga, sudeste paraense, e as equipes de buscas continuam sem pistas do avião bimotor que sumiu na região no dia 18 de março. As bucas por terrra continuam, mas ainda não há evidências de que o avião tenha caído na região. 
'Não temos nenhuma novidade, mas as buscas continuam por terra e as pessoas estão com pouca motivação para procurar', explicou nesta sexta-feira (11) o delegado Lucivelton Santos, titular da delegacia de Jacareacanga. No início do mês, a FAB (Força Aérea Brasileira) suspendeu as buscas pelo avião, mas disse que se houverem outras evidências, os aviões voltarão a sobrevoar a área. Continuam nas buscas por terra, familiares das pessoas que estavam no avião, Polícia Civil do Pará, Corpo de Bombeiros e índios da etnia Munduruku. 

O avião bimotor de prefixo PR-LMN, pertencente à empresa Jotan Taxi Aéreo, prestava serviço à Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), ligada ao Ministério da Saúde. Cinco pessoas estavam a bordo do avião, as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima e o piloto Luiz Feltrin.



Por: Redação ORM News

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário