quarta-feira, 2 de abril de 2014

Protesto pede socorro para encontrar desaparecidos.



Varias pessoas foram as ruas nesta quarta-feira pedir mais empenho das autoridades para localizar o avião desaparecido no mês passado as proximidades quando voava com destino a Jacareacanga, levando equipe de enfermagem do DSEI-TAPAJÓS. Uma grande caminhada saiu da barraca de eventos da orla e seguiu por varias ruas mostrando a insatisfação de todos, pois já fazem duas semanas do ocorrido e não há informações sobre o paradeiro das vitimas do acidente. A mobilização surgiu por iniciativa de parentes, amigos e autoridades que acompanham dia após dia o sofrimento provocado pelo desaparecimento de cinco pessoas que viajavam na aeronave.   

  Muitos parentes das cinco pessoas que estavam no avião da Jotan taxe aéreo participaram do manifesto que pedia apoio das autoridades. A Irma de uma das técnicas de enfermagem contou que as ultimas semanas tem sido de muito sofrimento.
Entre os depoimentos o relato da afilhada do comandante da Luiz Feltrin, que disse que o maior temor neste momento é que a buscas pelos desaparecidos sejam suspensas. De acordo com ela o contingente militar é insuficiente e falta mais apoio das autoridades. Situação semelhante é enfrentada pelos parentes da técnica Luciney Aguiar. Marido, filho e sobrinha disseram que sofrem com o mistério envolta do que teria acontecido com o avião e sonham com a possibilidade de ver a família novamente reunida. Os parentes de Ari Lima, motorista da equipe, também estavam no protesto, a Irma dele ressaltou a angustia que os parentes têm vivido e a aflição por conta da demora em localizar as vitimas.


Depois de se concentrar na barraca de eventos da orla da cidade o grupo seguiu pelas principais ruas comerciais de Itaituba. Eles utilizaram faixa e cartazes para se manifestar e cobrar das autoridades que se empenhem mais para localizar o avião. Por onde passou o protesto ganhou adesão da população e manifestações de apoio. Depois de duas semanas de poucas noticias sobre o paradeiro das pessoas que estavam a bordo do Baron da Jotan todos estão solidários a angustias dos parentes. 

3 comentários:

  1. Somos moradores de Birigui, interior de São Paulo, minha mãe e meus irmãos, agradecem imensamente a mobilização das pessoas em favor dos desaparecidos. Embora já tenham se passados tantos dias, ainda temos esperança em encontrar meu irmão e os demais passageiros com vida, mas é muito triste saber que àqueles que possuem o poder em determinar, não estejam tão sensibilizados quanto estas pessoas em Itaituba, cidade onde o Luiz escolheu para viver.

    ResponderExcluir
  2. Todos estão solidários a angustias dos parentes ....Esta matéria devia ser prioridade para a midia nacional, e não só o acidente da Malásia, aqui são brasileiros procurando brasileiros.

    ResponderExcluir
  3. Acabamos de saber que a FAB suspendeu as buscas por nosso irmão e pelos outros 04 passageiros, isso só mostra que o povo nunca é ouvido, que o cidadão passa uma vida inteira refém do Governo pagando seus impostos e quando ele precisa dos serviços pelos quais já pagou, o que acontece? Lhe é tirado a chance de sobreviver, porque se eles tem alguma chance depende das buscas não pararem. Por favor nós precisamos da ajuda de todos, neste momento somos a família destes 05, amanhã pode ser alguém de vocês. Obrigada

    ResponderExcluir