terça-feira, 8 de abril de 2014

Resgatados corpos dos 4 que morreram em queda de avião em MT


Os corpos dos quatro homens que morreram na queda de um avião modelo Minuano, ontem, em uma área de mata, a cerca de 30 quilômetros de Aripuanã (1.050 quilômetros de Cuiabá), já foram levados para a cidade. O delegado Albertino Félix explicou que os próprios policiais civis recolheram os corpos das vítimas e agora é aguardada a chegada dos peritos da capital para os procedimentos necessários. “Três dos corpos estavam carbonizados e um foi encontrado a poucos metros da aeronave, do Alexsandro [Pereira da Silva, servidor da Sema], que não foi queimado. Acredito que ele rastejou um pouco. Encontramos a CNH [Carteira Nacional de Habilitação] dele. Agora os outros não dá para identificar”, explicou ao Só Notícias. O médico legista pediu para que os exames de necropsia sejam feitos, nesta terça-feira (8). Ainda deve ser definido se vai ocorrer traslado para Cuiabá ou Juína.

Segundo o delegado, representantes da aeronáutica já sobrevoam a área do acidente para apurar as causas da queda. “Eles sobrevoaram para identificar o local onde a aeronave caiu. Nossa parte, que é a criminal, fizemos e agora estão fazendo a parte deles”. Ainda não há previsão para retirada dos destroços do avião e nem em quanto tempo o relatório fica pronto.

O delegado informou ainda que o piloto e dono da aeronave é Eliano Laurindo Souza, que residia em Aripuanã e conhecia bem a região. A assessoria da Sema confirmou que os dois servidores estavam na região e são analistas ambientais: Alexsandro e Elias Borges Nogueira. Eles estavam em serviço na região pela Coordenadoria de Vistoria. Ambos residiriam em Cuiabá e estavam no Nortão desde a semana passada para fazer inspeção em áreas onde há projetos de manejo para extração seletiva de árvores.

O Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) também divulgou o nome do empresário do setor madeireiro que estava no avião, Dércio Torremocha, tio de um conselheiro do órgão.

Mesmo com a confirmação dos nomes, testes de DNA vão ser feitos junto aos parentes. O avião decolou de Aripuanã com destino ao distrito de Guariba, no município de Colniza.

(foto: Top News)Fonte: Só Notícias/Editoria/ Weverton Correa/Angela Fogaça

Nenhum comentário:

Postar um comentário