Peninha volta a ser vereador de Itaituba

O vereador eleitor Luís Fernando Sadeck dos Santos, o “Peninha”, teve o direito ao cargo reconhecido pela Justiça Eleitoral na tarde desta quinta-feira (05), depois de terem sido recontados os votos das eleições municipais de 2012, quando “Peninha” foi eleito. Ocorre que o então candidato teve o registro de candidatura aceito pela Justiça, mas ainda estava condenado com base em uma denúncia de troca de votos por combustível nas eleições de 2008, quando ele foi eleito para seu sexto mandato. “Peninha” cumpriu o mandato normalmente e concorreu novamente em 2012, mas, ao ser eleito, o Tribunal Regional Eleitoral entendeu que ele ainda não havia cumprido os oito anos de inelegibilidade que recebeu como sentença. Recebendo número de votos suficiente para ser reeleito, o então vereador não reconhecido recorreu da decisão. Um ano e meio depois, a Justiça decidiu que a pena já havia prescrito e “Peninha” acabou readquirindo seus direitos políticos.

Porém, a Justiça Eleitoral determinou que fosse feita a recontagem dos votos. A expectativa em torno dessa recontagem começou a crescer desde que foi anunciado que Luis Fernando Sadeck dos Santos, o “Peninha”, havia ganho na Justiça o direito a tomar posse. A recontagem foi por determinação da Justiça, para confirmar que “Peninha” teve votação suficiente para ser eleito. Ele concorreu nas eleições de 2012 sub-júdice e não teve os votos computados. Desde o início da manhã, os correligionários do político já aguardavam com ansiedade por essa recontagem, que foi presidida pelo juiz eleitoral substituto Claytoney Passos. Problemas de conexão e de senha acabaram atrasando o processo por mais de duas horas, enquanto um pequeno grupo aguardava na sala de espera do Cartório Eleitoral. E foi só depois das 13h que veio o resultado final,anunciado pelo magistrado, que divulgou, naquele momento, os nomes dos vereadores eleitos pelo voto popular. Com a ascensão de Sadeck ao cargo, cai o vereador Manoel Dentista.
Caminhando para o seu sétimo mandato na Câmara de Itaituba, Luis Fernando Sadeck agora fala como vereador eleito e conduzido ao cargo por força da Justiça. Ele diz que estava confiante no seu retorno ao legislativo e garante está ansioso para começar a mostrar serviço. “Sempre acredite na Justiça de Deus, e, como meus amigos sempre disseram, ‘a Justiça de Deus tarde, mas não falha’. E aqui estamos. O próximo passo é receber o diploma, assumir o cargo e trabalhar em defesa da população. Temos muitas ideias para levar à Câmara”, resumiu o vereador.Com o resultado da recontagem, foi descoberto, ainda, que Sadeck foi o quinto vereador mais votado em 2012. Segundo a Justiça Eleitoral, esse foi o segundo episódio do gênero ocorrido no Estado. Fato semelhante ocorreu na Comarca de Dom Eliseu, onde, também neste ano, um vereador foi conduzido ao cargo por conquistar esse direito na Justiça.
Redação: Mauro Torres

0 comentários:

Postar um comentário