Operação Fair Play prende seis pessoas em Itaituba


As Polícias Civil e Militar prenderam seis pessoas em flagrante, na quinta-feira, 3, durante a operação policial denominada “Fair Play”, para combater os crimes de roubo, furto, receptação e tráfico de drogas, no município deItaituba, sudoeste paraense. A ação integrada foi coordenada pelo Superintendente Regional do Tapajós, sob comando do delegado Jardel Guimarães, e pelo comandante do Comando de Policiamento Regional X, coronel Sérgio Santiago.
Durante a operação, foram apreendidos objetos de crimes como munições, eletrodomésticos, eletrônicos, motosserras, quatro motocicletas e drogas ilegais.

Segundo o delegado Jardel Guimarães, a operação contou com a participação de 44 policiais civis e militares vinculados à Área Integrada de Segurança Pública que compõem a região do Tapajós, entre delegados, escrivães, investigadores e policiais militares do 15º BPM de Itaituba.
Participaram da operação os delegados José Bezerra, titular da 19ª Seccional de Itaituba; Ariosnaldo Vital Filho, titular da Delegacia de Rurópolis, e Lucivelton Ferreira, titular da Delegacia de Jacareacanga.
Foram presos Fúvio de Souza Silva, 29 anos; Anguerlilsa Pereira da Conceição, 28; Leandro de Assunção Gaspar, 30; Wallisson Cardoso Basilio, 23, de apelido “Chimbinha”; Degilvan Costa Pereira, 25, o “Cutia”, e Marcelo Barbosa da Silva, 36. Uma sétima pessoa foi conduzida para asede da Polícia Civil e ouvida em depoimento como testemunha e depois liberada.
De acordo com delegado Jardel Guimarães, a operação policial teve um saldo positivo, em que foram cumpridos seis mandados de Busca e Apreensão expedidos pelo juiz criminal, Claytoney Passos Ferreira, em locais que estavam sob investigação policial há algum tempo. Os policiais conduziram os objetos apreendidos e os receptadores para lavratura de Autos de Prisões em Flagrantes na Seccional de Itaituba. Os presos foram autuados em flagrante e estão recolhidos à disposição da justiça. Outras operações devem ser deflagradas no combate a redução da criminalidade, seguindo diretrizes do delegado-geral, Rilmar Firmino de Sousa, e do diretor de Polícia do Interior, delegado João Bosco Rogrigues.
Fonte:Jornal O Impacto e Polícia Civil

0 comentários:

Postar um comentário