sábado, 20 de setembro de 2014

Qualidade de Vida: Campo Belo Urbanismo lança bairro 100% planejado

As obras avançam em ritmo acelerado para cumprir prazos e deixar tudo pronto para o início da ocupação urbana do futuro Bairro Campo Belo, localizado a sete quilômetros do centro de Itaituba. A área total mede 218 hectares, 2 milhões 180 mil metros quadrados, divididos em 2 mil e duzentos lotes. A área será destinada a uma porção urbana 100% planejada.


A empresa, que lança o plantão de vendas no próximo 10 de outubro, informou que se responsabiliza por todo o tratamento paisagístico; ruas arborizadas; pavimentação em um novo modelo de calçamento; passeios públicos, playgrounds, pistas de caminhada, praças e quadras para a prática esportiva.

O empreendimento é da empresa Campo Belo Urbanismo, uma referencia em urbanização, presente nos estados do Matogrosso, Rio Grande do Sul e no Pará. A apresentação do empreendimento aconteceu durante café da manhã oferecido à imprensa para divulgar o projeto, sob a organização dos colaboradores da empresa, em conjunto com a assessora de comunicação Andréia Siqueira e do diretor da Campo Belo, Fernando Fleck.

A Campo Belo Urbanismo é uma empresa com fortes raízes no Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Pará. A empresa acredita nos grandes projetos de infraestrutura previstos para região e traz para Itaituba o primeiro bairro totalmente planejado. O diferencial do residencial Campo Belo, além de ser um bairro totalmente planejado, é que suas ruas serão inteiramente pavimentadas com pré-moldados de concreto (mais durável, mais ecológico e menos quente do que os asfalto comum); iluminação, meio-fio com sarjeta, drenagem de águas pluviais, energia elétrica e abastecimento de água.
Pensando em qualidade de vida, o residencial Campo Belo trazacademia ao ar livre, pistas para caminhadas ecorrida, espaços para lazer infantil, garantindo a diversão de filhos e o conforto dos pais. Com três avenidas duplas contendo canteiro central, existem áreas específicas para construção de espaços comercias, além de parque com reserva ecológica. A relação do povo amazônida com o rio foi totalmente respeitada, tornando os terrenos os mais valorizados da região. De um lado o 53º BIS, de outro o rio Bom Jardim.

Fonte: Tapajós em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário