As cinco pessoas que estão a bordo do bimotor modelo Beechcraft BE 58 Baron, desaparecido na região do município de Jacareacanga, tiveram os nomes divulgados pelo Ministério da Saúde, nesta quarta-feira (19). A equipe é toda de profissionais de saúde e estavam realizando trabalhos nas aldeias indígenas da região.


Estavam a bordo as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima e o piloto Luiz Feltrin.

Os profissionais substituiriam as equipes que já prestavam atendimento nas aldeias da etnia Munduruku.
 As buscas pelo bimotor modelo Beechcraft BE 58 Baron, de matrícula PR-LMN foram retomadas na manhã desta quarta-feira (19), nas proximidades do município de Jacareacanga. De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), houve uma demora no retorno do resgate pela pouca visibilidade na área devido ao mau tempo. A aeronave está desaparecida desde a manhã de ontem.


 Com a melhoria do nevoeiro, duas aeronaves foram enviadas à região para realizar as buscas, sendo um helicóptero de Manaus (AM) e outro de Campo Grande (MS), ambos especializados em missões de busca e salvamento. A missão envolve cerca de 20 militares da FAB.
Rayline Campos

Um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) do Salvo Aéreo de Manaus continua efetuando buscas ao avião bimotor, modelo Baro, prefixo PP-LMN que partiu de Itaituba às 11h45, de terça-feira, 18, com destino a Jacareacanga, desaparecendo minutos após a decolagem. O avião da empresa Jotan Taxi Aéreo conduzia cinco profissionais de saúde da FUNASA, que prestavam serviço a comunidades indígenas daquela região.
De acordo a Agência nacional de Aviação Civil (Anac), a situação da aeronave desaparecida, de matrícula estava regular. A Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) estavam em dia.

Entre os passageiros do avião, a técnica em enfermagem da Secretaria Especial da Saúde Indígena (Sesai), Rayline Campos, natural de Santarém, levava uma equipe de profissionais de saúde de Itaituba para uma aldeia indígena em Jacareacanga. Ela pediu socorro ao tio, Rubélio Santos, em Santarém, por meio de duas mensagens enviadas ao telefone celular minutos antes de a aeronave desaparecer.
Raimunda Costa (Foto: Reprodução/Facebook)
Raimunda Costa - estava no avião 
A família de Raimunda Lúcia Costa Silva, técnica de enfermagem que estava no avião desaparecido na terça-feira (18) durante viagem de Itaituba ao município de Jacareacanga, no oeste do Pará, ainda tem esperança de que os passageiros estejam com vida. A sobrinha de Raimunda, Darliene Limeira de Araújo, 18 anos, afirmou ao G1 nesta quarta-feira (19) que os parentes aguardam ansiosos por notícias das buscas.
“Creio que houve uma demora para nos avisarem. A última informação que a gente teve foi no início da noite de terça, quando a enfermeira chefe ligou e disse que estavam sendo encerradas as buscas por ontem, e que hoje [quarta] continuariam”.
Osvaldo Romanholi, afastado por 180 dias, até que denúncia seja apurada
Osvaldo Romanholi, afastado por 180 dias, até que denúncia seja apurada
Durante uma tumultuada sessão realizada na tarde/noite de terça-feira, dia 18, a Câmara Municipal de Novo Progresso, por 6 votos a favor e três contra, votou pelo afastamento do prefeito Osvaldo Romanholi, por 180 dias, até que denúncia de improbidade administrativa seja apurada. A sessão foi realizada após o Juiz da Comarca de Novo Progresso ter cancelado uma outra sessão realizada no último dia 11, que foi favorável ao Prefeito.
ENTENDA O CASO: Na semana passada foi protocolada uma denúncia onde a documentação apontou transferência de dinheiro público para conta da empresa da filha do Prefeito, Grazieli Romanholi, que atualmente também é Secretária de Ação Social do Município. Segundo o denunciante, o Prefeito cometeu crime de responsabilidade, se aproveitando de estado de emergência na época para contratar a empresa da filha. “Conduta considerada imoral e ilegal para agente público”.



Hoje pela manhã, ao usar a tribuna da Câmara, o vereador Isaac Dias (PSB) para fazer críticas pesadas contra o coordenador da COMTRI, o advogado Davi Salomão.

Isaac não se limitou a falar de questões de funcionamento do órgão de trânsito. Ele também abordou questões da vida pessoal do advogado.

No que diz respeito aos problemas que apontou, o ex-líder do governo acusou a direção da COMTRI por não dar respaldo aos agentes, que são constantemente desmoralizados porque seus atos são desautorizados pelo coordenador.
O juiz de Rurópolis, Juiz Gláucio Assad, proferiu sua sentença a respeito do caso envolvendo a eleição de 2012. O candidato que ficou em segundo lugar, Raimundo Rosivaldo Ferreira de Sousa (Rose), recorreu à Justiça Eleitoral, alegando que o prefeito Raulien Queiroz, que foi reeleito, teria cometido alguns crimes eleitorais.
No dia 22 de Janeiro houve a audiência com as partes, na cidade de Rurópolis. Hoje o juiz decidiu que, por considerar improcedentes as provas apresentadas, não atender ao que pedia o advogado de Rose, dando ganho de causa a Raulien, apesar do Ministério Público Eleitoral ter pedido o contrário.
O advogado e deputado federal Dudimar Paxiúba já informou que vai recorrer ao TRE, imediatamente da decisão do juiz Juiz Gláucio Assad. 

por J.Parente