Foram velados durante toda a madrugada em Itaituba, os corpos das técnicas de enfermagem Rayline Campos, Raimunda Lúcia e Luciney Aguiar. A liberação do IML aconteceu às 23 horas do domingo e os caixões fechados chegaram ao DISEI-TAPAJÓS nas primeiras horas da madrugada desta segunda. Amigos e parentes velaram as três mulheres e promoveram as ultimas homenagens no local de trabalho das vítimas. Houve atraso na liberação dos corpos para seguirem para seus municípios de origem devido à demora na liberação da certidão de óbito. A primeira despedida foi de Lucinei Aguiar que decolou de Itaituba rumo a Santarém por voltas das 11 horas. Raimunda Lúcia ficou um pouco mais a espera de parentes que viriam de Jacareacanga e também seguirá para Santarém, onde será enterrada. Já Rayline Campos será enviada por embarcação ao distrito de Fordlandia, município de Aveiro, onde será velada na matriz da igreja católica e posteriormente sepultada. 
Chegada dos corpos no aeroporto de Itaituba
O helicóptero da FAB que conduzia os corpos resgatados do avião da Jotan chegou no aeroporto de Itaituba as 19:10 do domingo. Havia uma grande movimentação de pessoas a espera de ver a chegada das vitimas, mas as autoridades tentaram de todas as maneiras evitar que retirada dos corpos da aeronave fosse visualizada. Veículos do instituto medico legal foram utilizados para conduzir os três corpos até sede do IML. A pericia dos corpos durou cerca de três horas e os parentes aguardavam com ansiedade para velar seus ente queridos. Para o cunhado da técnica de enfermagem Lucinei Aguiar de Souza o momento era de profunda tristeza. Pedro Silva agradeceu a solidariedade de toda a população que durante os 36 dias que o avião ficou desaparecido torceu junto com os familiares e amigos para que a aeronave fosse localizada e para que houvesse sobreviventes.
A Irma da técnica de enfermagem Raimunda Lúcia disse que só agora a família encara a realidade de frente. De acordo com ela até os últimos momento havia uma esperança, no entanto a chagada do corpo dará pelo menos a oportunidade realizar uma despedida digna a Irmã. Os parentes Rayline Campos não quiseram se pronunciar sobre o momento que estão passando. O corpo dela deve ser encaminhado nesta segunda para a comunidade de Fordlandia, município de Aveiro.