Após três dias do assalto a uma agência bancária em Placas, município localizado a aproximadamente 300 km de Santarém, oeste do Pará, nenhum suspeito ainda foi preso. A polícia busca pistas do paradeiro dos integrantes da quadrilha que fez funcionários e policiais militares reféns para fugir, levando cerca de R$ 600 mil, na última terça-feira (8).
A polícia ouviu depoimentos das vítimas e testemunhas do crime e ainda irá ouvir outras pessoas. “Várias pessoas foram ouvidas, foram feitos vários termos de reconhecimento por fotografias e as investigações continuam. Temos um prazo para a conclusão do inquérito policial”, informou o diretor do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI), delegado Silvio Birro.