Se depender da Rede Celpa, o consumidor do Pará irá pagar bem mais caro na conta de luz em 2014: a concessionária de energia enviou um pedido para a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) no dia 7 de julho requisitando que a cobrança pelo fornecimento de energia tenha reajuste de 37,07% no estado. De acordo com a Celpa, o custo de geração de energia teve um aumento significativo por conta do baixo volume de chuvas no sudeste do Brasil: a maior parte do aumento seria para arcar com estes custos, sendo que apenas 6,16% ficaria com a empresa para investimentos em melhoria e expansão do sistema.
Reprodução/Cimi <br> 
 Reprodução/Cimi
Emanuelle sofre hoje intimidações e ameaças por ensinar a Constituição Federal e a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que prevê consulta aos povos sobre o impacto de grandes empreendimentos e que assegura aos indígenas o ensino da língua materna
Emanuelle Limenza Barros tem 28 anos e é de Londrina, Paraná, mas mora no estado do Pará há quatro anos onde leciona história para os indígenas Munduruku da aldeia Missão São Francisco do Rio Cururu, próximo ao município de Jacareacanga, sudoeste do Pará.
 A Polícia Civil encerra nesta quinta-feira (24), no município de Itaituba, sudoeste paraense, as reuniões de trabalho com os novos policiais civis do Estado. A reunião será presidida pelo delegado geral, Rilmar Firmino, e pelo superintendente regional do Tapajós, delegado Jardel Guimarães. Participam do encontro 33 policiais civis que vão atuar na região, que abrange sete municípios – Itaituba, Aveiro, Jacareacanga, Novo Progresso, Placas, Rurópolis e Trairão – e o distrito de Castelo dos Sonhos, em Altamira.
A subseção da Justiça Federal do Pará, instalada no município de Santarém, oeste do Pará, teve a jurisdição – área territorial que fica sob sua abrangência – alterada. As subseções de Itaituba e Altamira também sofreram mudanças. A portaria que aprova as modificações foi assinada pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região, desembargador federal Cândido Ribeiro e divulgada na tarde de quinta-feira (3).
De acordo com a portaria, os municípios de Placas e Rurópolis agora fazem parte da jurisdição de Santarém a qual teve excluída o município de Aveiro.
Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós
Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós
A construção da Usina Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós, no Pará, pode ser leiloada no fim deste ano, se não houver problemas com o licenciamento ambiental, informou na sexta-feira (25) o presidente da Empresa de Pesquisa Energética, Maurício Tolmasquim. Segundo ele, para definir a construção e a operação do empreendimento, será realizado um leilão exclusivo.
“É uma usina estruturante e vai ser um leilão só para ela, como foi no Rio Madeira e com Belo Monte. É claro que temos que aguardar, porque tem todo um processo de análise dos autos ambientais, parecer da Funai [Fundação Nacional do Índio], audiências públicas. Todo um rito que tem que ser respeitado. E é claro que a palavra final é da área ambiental, mas esperamos que tudo corra bem.”
O ex-marido de Leda Marta Lucyk dos Santos, morta em fevereiro deste ano a facadas, negou participação no crime na primeira audiência do processo que apura o caso, realizada na última quinta-feira (24), no Fórum de Itaituba. No dia do assassinato, também foram mortas a filha da vítima, e uma funcionária da loja da qual ela era proprietária. Familiares acompanharam a sessão.
Vinte e oito testemunhas do triplo homicídio foram convocadas pela Justiça de Itaituba para a audiência, inclusive o ex-marido da vítima, suspeito de ser o mandante do crime. Ele foi levado ao Fórum e também foi ouvido pelo juiuz que presidia a audiência. A defesa do acusado é feita por quatro advogados do Mato Grosso. Na acusação, além da promotoria, atuam outros cinco advogados de Itaituba.